POISON BOOKS - Laços de Sangue (Richelle Mead)

Autor: Richelle Mead
Tradutor: Marcelo Barbão
Editora: Seguinte
Publicação: 2013
Páginas: 430
Capítulos: 27
Série: Sim, livro 1 (série Bloodlines)
Temas: Jovem-Adulto, Vampiros, Sobrenatural
SINOPSE -  Sydney estava encrencada. Em sua última missão, ela tinha ajudado a dampira Rose Hathaway a escapar da prisão, e essa aliança foi considerada uma traição grave, já que vampiros e dampiros são criaturas terríveis e antinaturais, ameaças àqueles que os alquimistas devem proteger - os humanos. Com sua lealdade colocada em questão, Sydney se sente obrigada a voluntariar-se para uma tarefa nada agradável - ajudar a esconder Jill Dragomir, uma princesa vampira que está sendo perseguida por rebeldes que querem o poder. Caso ela seja capturada e assassinada, a rainha Lissa ficará sem nenhum parente vivo e, como manda a lei, terá de abdicar do trono - o que culminará numa guerra civil tão sangrenta no mundo dos vampiros que certamente afetará a humanidade.
Assim, pelo bem dos humanos, Sydney aceita se disfarçar de estudante e passa a conviver diariamente com Jill e seu guardião Eddie, quando os três são matriculados como irmãos no último lugar em que qualquer um procuraria a realeza dos vampiros - a Escola Preparatória Amberwood, em Palm Springs, na Califórnia. Mas entre uma pizza e outra, entre um jogo de minigolfe e uma conversa sobre garotos, ela começa a ter a sensação de que talvez esses seres estranhos não sejam tão maus assim, principalmente Adrian, um vampiro muito próximo de Jill que desperta os sentimentos mais contraditórios - e proibidos - em Sydney...
O problema é que além de refletir sobre suas convicções e se preocupar com o seu coração, que anda acelerando mais do que deveria, a garota terá de encarar outros inconvenientes um pouco mais graves, como as tatuagens que viraram febre entre os alunos da escola e que parecem conferir poderes sobrenaturais a quem as usa. De que ingredientes elas eram feitas? Quem estaria por trás disso? Será que havia algum alquimista traidor entre eles? Caberá a Sidney resolver todos esses mistérios e garantir a paz entre os humanos antes que seja tarde demais.


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Eu não conseguia respirar.”

RESENHA<<<
Vamos avisar a autora que spin-off não é ‘crtl c + crtl v’?

Senti-me relendo a série que deu origem a esse spin-off, Academia de Vampiros. Porém em uma versão mais pobre. Enquanto na série anterior eu praticamente gostava de todos os personagens [sempre tem aqueles que a gente garra um ódio pessoal, né?], aqui achei todos chatos e entediantes. O loop infinito de repetições dos mesmos assuntos e as mesmas linhas da série anterior, não me fez amar essa nova série.

A personagem principal dessa série – Sydney – aparece em ‘AV’ no livro quatro. Ela é uma alquimista, seu grupo não é fã de vampiros, mas eles são os responsáveis por manter em segredo esse outro mundo de nós, seres humanos e depois dos acontecimentos da série principal, ela ter ganho uma série ou melhor, um ponto de vista diferente. Afinal lá era uma visão de vampiros e todo seu mundo. Aqui, os alquimistas meio que odeiam os vampiros.

A protagonista até tem uns momentos engraçados, pois ela é bem nerd, muito inteligente e meio tapadinha, as coisas às vezes acontecem a sua volta e ela nem aí... Nos primeiros capítulos é engraçado, mas depois fica chato e repetitivo levantar a mesma questão toda hora. A graça vai se perdendo aos poucos.

Os outros personagens – Jill, Eddie e Adrian, também não abrilhantaram muito por aqui. As mesmas situações que já ocorreram na série anterior se repetem. É como ler o mesmo livro com personagens diferentes. Em muitos casos, senti que a autora simplesmente deu um copia e cola e não trabalhou algo novo. Entendo que por ser spin-off, tende a seguir algumas coisas e outras acabam se repetindo. Mas no livro todo?

O enredo segue duas linhas, a linha geral tem a ver com os acontecimentos da série anterior, mas para quem nunca leu nada de ‘AV’ não vai ser nada do outro mundo, mas quando for ler a série original já vai saber de algumas coisas, porém quem já leu qualquer coisa, meu conselho é que termine e só depois comece Bloodlines, senão você vai ter um monte de soluções que só começam a se concretizar no livro 5 da série.

A outra linha tem a ver com umas descobertas que ocorrem enquanto eles estão em Palm Springs, coisas ligadas à escola (uma mini investigação que é resolvida neste livro) e um personagem mala que é jogado, mas sai de cena ainda nesse livro. Senti que ela tinha que colocar esse ‘mala’ para ter um a mais na história e ter essa ligação com as coisas da escola. Mas não ficou bom. Acho que foi devido à nenhum dos personagens serem carismáticos como os da outra saga.

Conhecendo a autora, imagino que a série deve ter uns 6 livros e provavelmente lá para o terceiro ou no quarto livro da série a gente já tenha a resposta de quem está atrás da Jill, ela costuma deixar muitas pistas em seus livros, basta ler com atenção que é fácil de matar a charada.

Esperava muito mais por tudo que andaram falando dele, mas parece ser bem mais do mesmo, aí prefiro ficar com a série original.

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<

Share:

0 comentários