POISON BOOKS - A Casa de Hades (Rick Riordan)

Em 14 novembro 2013
Autor: Rick Riordan
Tradutor: Alexandre Raposo, Edmundo Barreiros
Editora: Intrínseca
Publicação: 2013
Páginas: 496
Capítulos: 78
Série: Sim, livro 4 (série Os Heróis do Olimpo)
Temas: Jovem-Adulto, Mitologia, Aventura
SINOPSE -  A tripulação do Argo II enfrenta dias difíceis. Inimigos espreitam no caminho para a Casa de Hades e o moral da equipe está baixo após a perda de dois integrantes importantes em Roma. Para chegar às Portas da Morte e tentar impedir o despertar de Gaia, nossos heróis Hazel, Jason, Piper, Frank e Leo vão precisar fazer alianças perigosas, encarar deuses instáveis e combater os asseclas enviados pela sanguinária Mãe Terra para detê-los.
A situação é ainda pior para Percy e Annabeth. Após caírem no Tártaro, os dois passam fome, sede e sofre com diversos ferimentos enquanto são caçados por vários inimigos que derrotaram ao longo dos anos e que agora surgem das sombras em busca de vingança. A única esperança da dupla de voltar para o plano mortal reside em encontrar as Portas da Morte e fechá-las de uma vez por todas. No entanto, uma legião de monstros fiéis a Gaia defende as Portas, e nem Percy nem Annabeth estão em condições de enfrentá-la.


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Durante o terceiro ataque, Hazel quase engoliu um pedregulho.”

RESENHA<<<
Livro 4 da série HERÓIS DO OLIMPO. Para conhecer os anteriores, clique:

Tio Rick ouviu minhas reclamações e pensou, vou escrever uma história que ela vai ficar BA-BAN-DO. Porque só assim posso falar de A Casa De Hades. Sabe tudo que eu reclamei no livro anterior? Ele colocou aqui e uau! Muita mitologia, algumas revelações e a preparação para mais um final épico! Mas a série anterior, confesso que o livro que achei mais legal foi ‘A Batalha no Labirinto’, e agora com esse livro quatro sendo muito bom, começo a pensar que os livros 4 do autor serão sempre ‘OS’ livros.

Sabe a mitologia romana que a gente quase não lembra? Bem, aqui Rick nos mostra porque ele é professor de história e junto com o glossário, a gente faz um passeio mais do que sensacional na história, não só porque saímos dos Estados Unidos e fomos até a Grécia/Itália, mas porque todos os deuses novos e os problemas de dupla personalidade deles estão melhores apresentados e com mais profundidade.

A narrativa sendo feita por quase todos os personagens que estão nessa aventura, ficou melhor costurada, nem sempre eles estão longe, mas na grande maioria das vezes ter sete (as vezes oito) semideuses juntos não faz bem para ninguém, nem para eles. Pequenas missões são necessárias e com isso vemos o potencial de cada um deles, bem como vencer o medo ou mostrar para o que veio. O mesmo vale para as cenas de ação, sem mimimis para romances e coisas que poderiam deixar a trama com uma narrativa fraca ou chata. Praticamente lemos o livro em uma única pegada porque é tanta ação/aventura que a gente fica morrendo para saber.

Acho que o fato que muita gente levantou tem a ver com o Nico [não irei soltar esse spoiler], mas confesso que pelo estardalhaço que andaram falando eu esperava muito mais do que foi contado. Achei bacana o autor inserir esse tema em sua narrativa, ainda mais em uma conversa um tanto conturbada com Cupido.

Annabeth e Percy são os únicos que não estão junto com o grupo, afinal eles precisam atravessar o Mundo dos Mortos, na primeira vez que eles estiveram por ali, foi meio que um 'passeio no parque', mas agora a coisa ficou bem complicada e óbvio que a gente fica torcendo para que nada aconteça com o casal, mas o autor não os poupou de momentos difíceis e perdas. A vida é feita disso e não seria diferente no Mundo dos Mortos.

Confesso que minhas expectativas aumentaram e muito para o final da série, além de esperar uma batalha bem épica, imagino o que de fato vai acontecer aos dois acampamentos e se realmente será o ‘viveram felizes’ para nossos heróis, ou se em breve pode vir um novo spin-off [ eu adoro mitologia grega, leria sem parar] e aumentar ainda mais a saga.

“Todos os grandes guerreiros têm medo. Só os idiotas não o sentem.”

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<