QUICKS || Fala Aí #2

Aí você começa a ler um livro, achou bacana, ou amou e quando chega ao final, descobre que o mesmo faz parte de uma série e fica se perguntando por que terá uma continuação se teve um final ou porque precisa ter mais livros se nesse a história já explorou tudo?


Eu não sei vocês, mas isso tem acontecido e muito ultimamente, e eu fico com a impressão de que estou sendo enrolada e/ou a editora/autor quer ganhar rios de dinheiros às minhas custas e às vezes a história nem era tudo isso, só era algo legalzinho.

Não sei se vocês já leram Química Perfeita (tem resenha dele no blog - aqui), e por ter achado uma delicinha, fui ler a continuação - Rules of Attraction e Chain Reaction - e preciso ser sincera foi uma repetição ruim de Química Perfeita, a autora tentou recriar o clima bacana que Alex e Britt tiveram, mas sem sucesso. Me senti relendo as mesmas coisas, mas sem nenhuma emoção.

Aliás, vocês já sabem que eu sou amor e ódio com essa autora (clique aqui e aqui para entender o drama), mas como curto muito a escrita dela e acho que os temas são bacanas e interessantes, por mais que ela tenha esses problemas, gosto de dar uma chance, mas já quero deixar avisado para quem está esperando mais dos irmãos Fuentes, pode se decepcionar.

Outro que eu não entendi porque teremos uma continuação foi o Entre o Agora e o Nunca (resenha aqui), a autora vai estender uma continuação desnecessária e a chance de bagunçar a ótima história que ela criou é grande. Lembrem-se da maldição do livro 2 minha gente!!!!

Seguindo a mesma vibe de para que continuar se a história já acabou, temos Métrica (resenha aqui), tem uma vibe bonitinha e já comecei a ler o segundo livro - Pausa - e sabe o que foi o pior? A autora colocar coisas clichês como a ex-namorada do Will vir do além e querer ficar com ele, totalmente desnecessário e saiu completamente do foco do livro 1 que é a questão de amadurecimento rápido e ficar com responsabilidades cedo demais. Era um livro que poderia ter finalizado nesse, mas não, teremos mais 2 livros para 'encher linguiça'.

A nova queridinha - Abbi Glines - é a rainha dos livros ‘para que mesmo que virou série’. A série Too Far (que chega como Sem Limites) e Vincent Boys, são duas séries gracinhas de ler, mas que não mereciam continuações, em Too Far foi realmente mais do mesmo, aquela coisa que já estamos tão acostumados a ler e ver em todas as séries, mas que não teria necessidade e no caso dos garotos Vincent, poderia ter resumido os dois livros em um só e a história iria fluir muito mais.

A história que a autora Mimi Strong conta sobre a Lua de Mel da personagem Laura, também rendeu 3 livros sem nenhuma necessidade, nunca me senti tão enrolada. Páginas e páginas de enrolação para contar algo que a gente meio que percebe no início. Ela até tenta dar uma enrolada. Na verdade acho que deveríamos considerar de serem contos ao invés de livros.

Claro que a lista seria imensa se fosse falar de tudo e todas as séries que li, principalmente séries compostas por 5/6 livros, sabemos que se juntasse a ideia, poderíamos ter uma história melhor desenvolvida em apenas 2 ou no máximo 3 livros.

O que ando percebendo é que há alguma regra onde todos os livros que saem precisam ser de série. Algumas vezes me perguntam se li algo que não seja série e quando vou procurar no skoob/goodreads descubro que li poucas coisas assim, ou os poucos que acho que são filhos únicos na verdade são séries e na grande maioria não há a menor necessidade.

Lembrando que esses livros citados são os mais atuais na minha leitura, mas não quer dizer que não existam outros e se você já leu uma série que também mereça estar aqui, pode deixar nos comentários (olha você avisando aos amiguinhos se eles devem ou não pular nessa furada...rs) e aproveito e deixo a pergunta, você se sente enganado/enrolado ao ler livros assim? Curte? Odeia? Acha que o povo anda exagerando?

Share:

0 comentários