POISON BOOKS - Um Motim no Tempo (James Dashner)

Em 07 outubro 2013
Autor: James Dashner
Tradutor: Alexandre Boide
Editora: Seguinte
Publicação: 2013
Páginas: 239
Capítulos: 36
Série: Sim, livro 1 (série Infinity Ring)
Temas: Infanto-Juvenil, Aventura, Viagem no Tempo
SINOPSE Furacões, terremotos e outros desastres naturais estão destruindo cidades, estados e países inteiros. E a organização SQ, apesar de ser responsável por controlar o planeta, parece não se esforçar para evitar a chegada do cataclismo que acabaria de vez com toda a humanidade.
Dak Smyth assiste a tudo isso de dentro de casa, fazendo aquilo de que mais gosta: estudar história e comer queijo. Até o dia em que seus pais saem para uma viagem curta e ele e sua melhor amiga Sera Froste, uma garota totalmente fascinada por física quântica, resolvem matar a curiosidade e se aventurar no laboratório de ciências dos pais dele.
Lá, encontram nada mais nada menos que um dispositivo que, assim que for finalizado, possibilitará a viagem no tempo - o Anel do Infinito. Sera, craque da matemática, consegue preencher a última lacuna nos cálculos e, quando os pais de Dak retornam, o mecanismo está pronto para ser usado. Na primeira tentativa, porém, os dois adultos desaparecem. Quando tudo parece estar perdido, Dak e Sera são recrutados pelos Guardiões da História, uma sociedade secreta criada há muitos séculos. Eles então descobrem que os agentes da SQ estavam alterando eventos históricos importantes para conseguir mais poder para a organização, gerando as Grandes Fraturas, que em breve levarão ao fim do mundo.
Assim, de posse do Anel, Dak e Sera viajarão pela história com a missão nada fácil de encontrar os pais de Dak, corrigir as fraturas e salvar o planeta. Neste primeiro volume da série, eles voltarão à Espanha de 1492, onde está a Primeira Fratura, com o objetivo de embarcar em uma das naus da expedição de Cristóvão Colombo e garantir que seja ele o responsável pela chegada dos europeus à América.


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Dak Smyth estava sentado em seu galho favorito de sua árvore favorita, bem ao lado de Sera Froste, sua melhor amiga.”

RESENHA<<<
É estranho quando você começa a ler um livro e já conhece a escrita do autor e sabe que ele é capaz de fazer muito mais do que ele está mostrando em suas páginas. Para quem não sabe, este é o mesmo autor de Correr ou Morrer e nessa série que segue a ideia de 39 Pistas, ele não conseguiu ser tão brilhante quanto na sua outra série.

O livro tem uma ideia maravilhosa, mas tem algo que simplesmente não cola. Não sei se é o caso dos dois protagonistas que apesar de serem novinhos [na faixa dos 13 anos], são super bambambans em alguns assuntos, mas na hora que precisavam mostrar esse conhecimento todo não souberam fazer e pareciam crianças comuns [então porque ficar enaltecendo tanto que eles eram bons?] ou se a história em si que não foi bem trabalhada e tinha vários momentos que me pegava pensando, poderia ser algo bem melhor.

Os personagens Dak e Sera são legais, mas na grande maioria das vezes chatos, odeio que querem forçar muito o personagem e não o deixam crescer e isso fica claro no final do livro, eles embarcam em uma aventura, mas não crescem para o próximo livro, ficando aquela sensação que será mais do mesmo [de novo].

Eu adoro a ideia de viajar no tempo, mas ao mesmo tempo acredito que para se contar algo no passado [até porque fica difícil fugir de algo que já aconteceu] é preciso ter profundidade e não ser superficial e foi isso que senti aqui. Talvez os autores tragam mais profundidade para os próximos volumes – cada livro será escrito por um autor como na série inspirada – porque me recuso a acreditar que ele não quis falar mais de história porque a literatura é infanto-juvenil. Ou se o jeito que foi contado deu a impressão de ser pobre.

Acredito que quem tenha filhos na idade escolar vai gostar da série e pode ser mais fácil para as crianças curtirem tanto ler quanto a História em si, pois a ideia de brincar com o tempo e mexer no mesmo de forma que isso afete o futuro é uma grande trama, mesmo quando ela não é apresentada tão bem quanto poderia ter sido.

Para quem quiser conhecer mais da série e brincar, a editora disponibilizou alguns jogos – www.editoraseguinte.com.br/infitiyring - basta entrar e ajudar Dak e Sera a salvar o mundo!

*Postagem Especial #SemanaSeguinte

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<