BOOKS || Cinder (Marissa Meyer)

Autor: Marissa Meyer
Tradutor: Maria Beatriz da Costa
Editora: Rocco
Série: Sim, livro 1 (série Crônicas Lunares)
Temas: Jovem-Adulto, Contos de Fadas, Ficção
Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série As Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.
PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“O parafuso que atravessava o tornozelo de Cinder enferrujara, as marcas em forma de cruz tinham sido gastas até se tornarem um círculo deformado.”

RESENHA<<<
Num futuro distante, depois de inúmeras guerras, eis que na Lua há habitantes e na Terra existem os ciborgues, agora junte tudo isso a um dos nosso clássicos contos de fadas – Cinderela e voilà, temos Cinder.

Começo dizendo que se não tivesse esse lance com a Cinderela o livro seria muito, muito melhor, mas por seguir o padrão da história, a autora acabou perdendo e muito da sua ideia (e criativa também). Eu gostei da coisa com ciborgues, tão ficção, tão ‘eu não acredito nisso’ e por aí vai. Uma protagonista que não é bonita e tem peças de metal no corpo, foge totalmente dos padrões que estamos acostumados.

Além do problema da Cinderela e seguir o tal script foi que a autora deixou tudo muito previsível, então quando ela começa a contar alguns detalhes para nós leitores (totalmente sem necessidade), eu acabei matando na hora todo mistério e isso meio que me deixou frustrada, afinal sempre espero a reviravolta e isso não veio, infelizmente.

Mas o ponto positivo foi a visão do futuro do planeta, bem como toda a estrutura que ela montou para os habitantes da Lua, acho que ela poderia explorar mais isso (não sei se é a ideia do próximo livro, já que é uma série), mas esse mix – Lua, ciborgues e humanos – foi um gancho que foi mal aproveitado. Ela focou muito no romance que a gente já conhece – menina que a madrasta odeia, a trabalhadora escrava, o baile impróprio com o príncipe e a busca pelo sapatinho (não exatamente isso nesse caso), mas isso tirou a atenção de outras coisas que poderiam ter sido mais elaboradas.

A leitura é rápida e simples, a pesar do livro parecer ser grande, ele tem um bom espaçamento entre linhas e não tem nada de complexo ou difícil. Como disse, muitas coisas a gente já sabe, ela só acabou encaixando um outro ‘mundo’ na história já batida.

Acho que vale a leitura para tentar algo novo, como tem essa mistura com contos de fada e sei que muita gente gosta, porque não dar uma chance?

Próximos Livros:
Livro 2 - Scarlet
Livro 3 - Cress
Livro 4 - Winter

Share:

0 comentários