POISON BOOKS - Amber House (Kelly Moor, Tucker Reed, Larkin Reed)

Em 25 outubro 2013
Autor: Kelly Moore, Tucker Reed, Larkin Reed
Tradutor: Martha Argel
Editora: Jangada
Publicação: 2013
Páginas: 345
Capítulos: 29
Série: Sim, livro  (série Amber House)
Temas: Jovem-Adulto, Suspense, Outros
SINOPSE Sarah nunca tinha pisado em "Amber House", a imponente propriedade pertencente à família havia três séculos, onde dizem estar escondidos diamantes entre aquelas paredes. Ao se mudar com seu irmão e sua mãe, a garota logo se sente atraída tanto pelo belo Richard, que lhe apresenta um mundo de riqueza e privilégios, quanto pelo enigmático Jackson, que a desafia a encontrar os diamantes. Sarah começa a ter visões da história da mansão e pouco a pouco, descobre os segredos de Amber House: crimes antigos e traições recentes. Ela precisa descobrir logo as respostas para todos os enigmas existentes, antes que o passado aprisione a todos para sempre.


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
Eu tinha quase 16 anos da primeira vez que minha avó morreu.”

RESENHA<<<
Poucos livros Jovem-Adulto falam de suspense sem ter algum tipo de criatura sobrenatural envolvida, mas quando se trata de um lugar, acho que nunca li nenhum que seguisse essa linha, por isso, a ideia geral de Amber House é muito boa, mas talvez por ser um livro escrito a seis mãos, em alguns momentos ele acabou dando uma vacilada.

A personagem principal não tem uma família dos sonhos, a mãe tem uma pinta meio interesseira e gosta de colocar esse padrão na filha, o pai traiu a mãe e saiu de casa e o irmão dela, uma graça de menino, é especial, no livro ele é tido como autista, mas eu achei uma das peças fundamentais.

A Amber House é a casa da família, ela está na família há anos, e todos na cidade querem um pedaço dela, sentem inveja de quem morou lá e querem descobrir seus segredos, mas cabe a Sarah e seu irmãozinho esse papel, já que eles estão uns dias lá pois a avó deles, mãe da mãe dela, faleceu e a casa ficou de herança, mas a casa tem uma história tensa, esconde tesouros e ela meio que respira...

O livro tem esses altos e baixos pois Sarah quer entender o que a casa esconde e quando ela acha um diário/livro sobre a casa, onde ele conta algumas coisas, aí que ela fica mais interessada e essa busca começa a deixá-la louca, pois ela acredita começar a ver coisas - espectros do passado e aí que a história fica interessante.

O lado fraco foi o excesso de romance, claro que teve momentos que era uma graça ver a protagonista envolta com um dos rapazes - porque é claro que dois garotos ficam interessados por ela - mas o outro (que eu não curti o personagem) era chato e tinha umas descrições nada a ver com a história contada, como se fosse algo a parte.

O excesso de romance, principalmente com o garotinho mala, fez com que a história ao estilo macabrinho, perdesse o foco. Quando você começa a sentir o medo e ficar querendo mais informações sobre a casa, o suspense e a história em si, quebra a corrente com a questão do romance.

O final foi inusitado, confesso que fiquei tentada a desistir da série ao longo da leitura, mas do meio para o fim, a reviravolta foi bem interessante e o final abriu uma grande lacuna na história e acredito que isso irá ser tratado no próximo livro...já até li a sinopse e quero saber o que vai acontecer de fato.

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<