POISON BOOKS - Peça-Me o que Quiser (Megan Maxwell)

Autor: Megan Maxwell  
Tradutor: Tamara Sender
Editora: Suma de Letras
Publicação: 2013
Páginas: 396
Capítulos: 66
Série: Sim, livro 1 (série Peça-Me o que Quiser)
Temas: Erótico, Adulto, Comportamento
SINOPSE Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.



>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Que mala é minha chefe.”

RESENHA<<<
Mais uma série erótica na área e de todas as que li até agora, realmente uma série erótica onde a protagonista gosta da coisa e a autora foi ousada. Por isso, menores de 18 anos, vocês estão proibidos de ler e para quem achou qualquer uma das séries (clique aqui) que já passaram aqui no blog pesada/tensa/não gostou, essa aqui acho que vocês podem não curtir também.

A história e enredo é igual à tantas outras séries já resenhadas por aqui, nada de novo na mulher que se apaixona geralmente pelo chefe da empresa ou alguém poderoso. A diferença é que geralmente em todas elas a protagonista e virgem e quase morre ao falar de sexo, mas aqui, Judith é fogosa e vive uma vida mais movimentada que nos outros livros.

O foco desse livro foi o sexo em si (sexo, voyeurismo e outras situações sexuais). A autora foi ousada em explorar o lado real da coisa e tocar aonde nenhum dos outros livros tinha ido, Eric é o cara que segue os padrões dos outros chefes, mas ele além de dizer que está interessado em Judith, ela a introduz em um mundo muito mais ‘pesado’ do que ela está acostumada e o pano de fundo da história é esse, até onde ir por um amor/romance?

O livro tem o calor espanhol, afinal a autora é espanhola e acho que isso foi a diferença sexual, ela explora coisas como swing, ménages e afins, e num primeiro momento pode chocar, pois as outras histórias nunca falam muito sobre isso. A mesma coisa vale para os palavrões e frases de efeito, algumas eram chatas e repetitivas demais.

De uma maneira geral a história fica enrolando entre o temperamento explosivo de Judith e Eric, os dois não aceitam as mesmas coisas que comentem e os questionamentos da mesma sobre entrar no mundo que Eric mostra a ela. Porém às vezes a protagonista age como se tivesse uns 15 anos e não 25. Tinha muita briga boba e coisa sem sentido, tinha uns momentos que jurava que a autora ia escrever que Judith deu a língua e virou as costas, porque o comportamento dela era nesse nível.

A leitura é rápida. E o lançamento da série também vai ser, a editora prometeu que até o início do ano que vem teremos os 3 livros aqui no país. Essa série tem algo que falta nas outras, ela teve diversão, tem momentos mais ‘pesados’, tem esse calor sexual e os personagens apesar de terem momentos bobos, são reais. Mas para quem não está acostumado a esse tipo de coisa ou se sente envergonhado pode não curtir muito a leitura pelo conteúdo.

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<

Share:

0 comentários