POISON BOOKS - Um Milhão de Sóis (Beth Revis)

Autor: Beth Revis
Tradutor: Sonia Strong
Editora: Novo Século
Publicação: 2013
Páginas: 376
Capítulos: 72
Série: Sim, livro 2 (série Através do Universo)
Temas: Jovem-Adulto, Ficção, Aventura,
SINOPSE Descubra os segredos que Godspeed esconde nessa eletrizante sequência de Através do Universo. Já se passaram três meses desde que Amy foi desconectada. A vida como ela conhecia chegou ao fim. E para onde quer que ela olhe, enxerga apenas as paredes da nave espacial Godspeed. Mas ainda pode haver esperança. Elder assumiu a liderança da nave e ¬finalmente se vê livre para agir de acordo com seus desejos: sem mais Phydus, sem mais mentiras. Quando Elder descobre os terríveis segredos da nave, ele e Amy correm em busca da verdade por trás da vida em Godspeed. Eles precisam se unir para desvendar um grande mistério, posto em ação centenas de anos antes. Seu sucesso ou fracasso determinará o destino dos 2.298 passageiros. Porém, a cada passo, a jornada se torna ainda mais perigosa, a nave, cada vez mais caótica, e o amor entre eles, mais impossível de se concretizar. 


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“’Isso não vai ser fácil – resmungo, encarando a porta de metal sólido que leva à sala de maquinas no Nível dos Transportadores de Godspeed.”

RESENHA<<<
Livro 2 da série Através do Universo, para ler o anterior clique:

As coisas na Godspeed não andam lá essas coisas, na verdade nunca andaram muito bem, mas ninguém parecia saber muito disso sem ser o Eldest, mas quando as coisas saíram de controle no livro anterior, eu só ficava pensando o que vai acontecer agora?

A autora conseguiu colocar mais mistério na trama, não só por mostrar um pequeno mundo e todas as implicações dele, a questão de revoltas, manipulações, conflitos de interesse, preconceito com pessoas diferente e o que eu sempre digo, a questão da maldade nas pessoas, nada me tira da mente que isso vem de dentro, não tem a ver com a criação e aqui a autora explora isso com alguns personagens.

Elder e Amy são um casal (que não são casal) em crise, ela quer descobrir tudo, os mistérios, os detalhes e lógico chegar o quanto antes ao destino porque assim ela pode acordar seus pais. Já Elder tem responsabilidades e está totalmente perdido, afinal ele foi talhado para o trabalho, mas ainda tem muita coisa à aprender, essa sequencia de faz, erra, tenta novamente e repete o ciclo foi interessante. Algumas vezes um pouco irritante, mas é assim no dia-a-dia. Difícil acertar tudo ‘de primeira’.

Talvez o maior problema dessa série seja o início dos seus livros, a autora tende a fazer um leve resumo e desenvolver a história em ‘slow motion’ que me irrita profundamente, mas depois ela dá um gás e a coisa começa a andar de forma mais rápida e interessante. E a inserção de muitas coisas pode ser um ponto negativo para alguns, mas para mim é algo positivo porque faz com que a história não fique batendo sempre no mesmo assunto em suas páginas.

O grande trunfo com certeza foi o final. As revelações sobre a nave e o planeta final foram algo que eu não esperava. Fiquei ‘P da vida’, mas achei sensacional e foi um dilema que pode gerar uma grande ruína para todos que habitam na nave. Confesso estar ansiosa para saber como essa série termina.

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<

Share:

0 comentários