POISON BOOKS - Pandemônio (Lauren Oliver)

Autor: Lauren Oliver
Tradutor: Regiane Winarski
Editora: Intrínseca
Publicação: 2013
Páginas: 301
Capítulos: --
Série: Sim, livro 2 (série Delírio)
Temas: Jovem-Adulto, Distopia, Romance
SINOPSE Dividida entre o passado — Alex, a luta pela sobrevivência na Selva — e o presente, no qual crescem as sementes de uma violenta revolução, Lena Haloway terá que lutar contra um sistema cada vez mais repressor sem, porém, se transformar em um zumbi: modo como os Inválidos se referem aos curados. Não importa o quanto o governo tema as emoções, as faíscas da revolta pouco a pouco incendeiam a sociedade, vindas de todos os lugares… inclusive de dentro.


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Alex e eu estamos deitados em um cobertor no quintal do número 37 da rua Brooks.”

RESENHA<<<
Livro 2 da série Delírio, quer conhecer o anterior? Clique:

Eu tenho visto um padrão se repetindo nos livros de distopias. Mudam-se os enredos, mas no geral quase sempre podemos dizer que:
Livro 1 – Menina descobre a verdade sobre o sistema, encontra o carinha e foge do sistema;
Livro 2 – Ela volta infiltrada (pelo sistema ou pelo grupo rebelde), entra em cena o segundo carinha;
Livro 3 – Ela vira o ícone da liberdade.

Quase todos os livros que li seguiram a teoria acima, alguns um pouco mais, outros um pouco menos, mas no geral, quase tudo infelizmente pode-se resumir nisso e como esse é o livro dois de uma trilogia, poderia terminar a resenha pedindo para vocês lerem a minha teoria. Mas vou falar dos personagens (chatos) da trama.

AiMeuDeusDoCéu que Lena mais chata ever!!!!!!! Quase larguei o livro porque a personagem ficou de mimimi o tempo todo e sem contar que o livro é dividido entre o “Antes” e o “Agora”. Sendo o antes quando ela conta os eventos que aconteceram após o fim do livro anterior. Mas o agora estava tão chato e monótono quanto a descrição do antes. Preferia que a autora tivesse pulado esse livro, ter feito um compilado de 50 páginas e colocasse no início do próximo. Resumindo, esse livro nem deveria existir.

E para o triângulo amoroso ficar completo, eis que surge a nova paixão de Lena – Julian – eita personagem caído! Sem carisma, sem presença e na verdade sem nada útil para autora ficar forçando uma ligação entre eles. No contexto geral, a gente até vê um ou outro detalhe sendo mostrado ao longo das páginas que nos enrolam na história, mas a autora vai precisar melhorar e muito tudo que ela contou/criou no livro um para essa série ter um final decente. Porque se analisar os dois livros, até agora não vi nada demais e nem explicações interessantes sobre a história.

Vocês podem estar se perguntando se só existe Lena e Julian na história. Praticamente. Pois os outros personagens – que em alguns momentos são bem mais interessantes que a Lena – não são tão bem explorados. Problema da narração em primeira pessoa, onde só acompanhamos o que o narrador observa e infelizmente os dramas de Lena não passaram disso.

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<

Share:

0 comentários