POISON BOOKS - Na Passarela (Meg Cabot)

Em 01 maio 2013
Autor: Meg Cabot
Tradutor: Regiane Winarski
Editora: Galera Record
Publicação: 2012
Páginas: 271
Capítulos: 22
Série: Sim, livro 3 (série Cabeça de Vento)
Temas: Jovem-Adulto, Chick-lit, Relacionamento
SINOPSE Onde se esconder quando todos sabem seu nome? Em Watts está fugindo; das notas da escola, dos compromissos de trabalho, das cobranças da família e dos amigos. Mas, principalmente, dela mesma. Uma viagem inesperada com Brandon Stark — aquele que deveria ser seu namorado, agora que Em é Nikki — faz com todos fiquem furiosos, mas ela nem pode explicar seus motivos. Pensou em chantagem? Acertou.



>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Então, de acordo com os tabloides, estou fugindo com meu amor secreto (mas não mais tão secreto, não é? Obrigada, US Weekly), Brandon Stark, único herdeiro do bilionário Robert Stark, atualmente a quarta pessoa mais rica do mundo, depois de Bill Gates, Warren Buffet e Ingvar Kamprad (que fundou a IKEA – caso você não saiba).”

RESENHA<<<
Mais um final de série \o/
Não sei você, mas ultimamente quando chego no final eu comemoro, mesmo o livro sendo ruim...

Livro 3 da série Cabeça de Vento, para conhecer os anteriores, clique:

Eu sabia que deveria ter parado no primeiro quando achei que a autora tinha viajado demais, mas quis dar uma chance e fui até a página 300 para ver algo melhorar. No segundo livro ficou uma enrolação chata e o mesmo lenga lenga do anterior. Já disse que a Meg quando escreve livros que não são de sobrenatural não tem uma vibe bacana, mas já me disseram que quando ela escreve sob o pseudônimo – Patricia Cabot – aí sim ela arrasa!!

Voltemos à essa série que até agora tento entender qual foi o proposito dela. Sempre veio pichando as modelos, dizendo que elas são vazias e ocas e o que a protagonista inteligente faz? A MESMA COISA QUE A SUPOSTA MODELO BURRA. Aff, nos 3 livros, por que não aproveitar a fama e a inteligência e fazer algo útil? Não... ela segue os mesmos passos de quem sempre pichou...

Olha, o final desse livro foi muito ruim, algo tirado da cartola e isso não é no bom sentido. Sabe quando você vai lendo e fica se perguntando; ‘sério que ela vai fazer isso?’ ou ‘isso não pode terminar assim!!!’... É meus queridos, é bem por aí, a parada é sem pé nem cabeça o tempo todo. Acho que eu já podia esperar algo assim depois de acompanhar 2 livros ruins, mas a esperança é a última que morre e mesmo que toda série tenha sido ruim, achei que o final poderia salvar. Só que não!

Eu não sei de qual personagem eu peguei mais raiva, se foi da própria Em, do Stark, do Cris, eu acho que foi de geral... nenhum personagem encanta, a trama é fraca e não se sustenta, bem como seu final.

Eu sei que vai vir muita gente falando que uau é Meg e você não pode falar mal!! Posso sim e farei, o livro não é bom, a série não é boa. E eu julgo a história e não o autor, infelizmente a autora não foi feliz nessa série, mas esperando que ela use seu incrível talento e histórias inteligentes que ela escrever como Patricia e traga para seu Meg Cabot.

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<