POISON BOOKS - Dezoito Luas (Margaret Stohl & Kami Garcia)

Autor: Margaret Stohl & Kami Garcia
Tradutor: Regiane Winarski
Editora: Galera Record
Publicação: 2013
Páginas: 403
Capítulos: --
Série: Sim, livro 3 (Série Beautiful Creatures)
Temas: Jovem-Adulto, Sobrenatural, Bruxas
SINOPSE - Ethan Wate pensou que ele estava se acostumando com os estranhos, acontecimentos impossíveis acontecendo em Gatlin, sua pequena cidade do sul. Mas agora que Ethan e Lena voltaram para casa, estranho e impossível assumiram novos significados. Enxames de gafanhotos, recorde de calor e tempestades devastadoras devastar Gatlin como luta Ethan e Lena para entender o impacto da Alegando Lena. Mesmo família de Lena de Supernaturals poderosos é afetada - e suas habilidades começam a falhar perigosamente. Com o tempo, uma questão torna-se clara: o que - ou quem - terá de ser sacrificado para salvar Gatlin Para Ethan, o caos é uma distração assustadora, mas bem-vindo. Ele está sendo perseguido em seus sonhos de novo, mas desta vez não é por Lena - e tudo o que está assombrando ele está seguindo-o para fora de seus sonhos e em sua vida cotidiana. Ainda pior, Ethan está gradualmente perdendo pedaços de si mesmo - esquecendo nomes, números de telefone, mesmo memórias. Ele não sabe por que, e na maioria dos dias ele está com muito medo de perguntar. Às vezes, não há apenas uma resposta ou uma escolha. Às vezes não há como voltar atrás. E desta vez não haverá um final feliz.


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Em Gatlin, é engraçado como as coisas boas estão sempre atreladas às ruins.”

RESENHA<<<
Livro 3 da série Beautiful Creatures, para conhecer os anteriores, clique:

Resenha sem spoilers.
O final do livro 2 deu brechas para muitas possibilidades e eu mesmo ‘macaca-velha’ nessa relação final de um livro e desejo louco pelo próximo, acebei esperando um pouquinho a mais do que me foi apresentado. Talvez essa tenha sido o motivo, no livro 2 tivemos uma grande aventura, meio louca, mas se expandiu para fora da pequena cidade e juntando isso à alguns fatos [não irei falar sobre, pois se trata de spoilers!], acreditei que a partir de então a saga seria assim, com mistérios e um pouco de aventura.

Em ‘18 Luas voltamos aos mimimis – você é tudo para mim, mas não podemos ficar juntos – cara, isso é um porre. Porque fica naquele famoso ‘não trepa nem sai de cima’ e isso ocorre e muito. Durante todo o livro Lena e Ethan entram nessa vibe, tinha momentos que até era tolerada, mas em outros era um porre.

O melhor amigo de Ethan – Link e a prima de Lena – Ridley, também estão em um dilema e esse teve a ver com os fatos acontecidos na livro anterior, mas o lance que eles possuem, agora está no mesmo esquema, ‘te amo, mas te odeio’ que Lena e Ethan possui, então nada de muitos namoros ou cenas mais calientes por aqui. O mimimi é geral.

Mas o livro não ficou só nisso, apesar de não ser comparado ao anterior sobre aventura, Ethan e Link até se arriscam para saber o que anda acontecendo na pequena cidade deles, e nessas andanças, eles acabam indo parar em Nova Orleans (que é famosa por sua bruxaria e afins), e lá conseguem descobrir alguns poucos pontos desse mistério. Não diria novo, mas ainda tem a ver com o problema da escolha? de Lena [tema central do livro 1], mas digamos que agora temos novos problemas ou situações que ocorrem em decorrência disso.

O ritmo está bem mais lento, o grande problema dessa série tem sido o fato de se levar muitas páginas para chegar às coisas simples, temos muita enrolação e no final era algo bem bobo, das quase 400 páginas, acredito que de história real mesmo são uns 200, o resto é enrolação. Isso acaba desmotivando o leitor.

E analisando o fato de que o próximo livro é o final da série, ainda não sei o que irá acontecer, a história não caminhou para nenhum lugar e isso foi bem trágico para mim, o básico que deverá acontecer em minha opinião – eles irão brigar com alguém, algo blergh vai acontecer e provavelmente os dois ficarão juntos no final – e isso é uma história nova praticamente, porque nada do que anda sendo contado tem uma ligação forte, parece pontas soltas que as vezes as autoras amarram.

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<

Share:

0 comentários