BOOKS || Mercy (Rebecca Lim)

Autor: Rebecca Lim
Tradutor: Fabiane Ariello
Editora: Fundamento
Série: Sim, livro 1 (Série Mercy)
Temas: Jovem-Adulto, Anjos
Prepare-se para se surpreender com esta eletrizante mistura de romance, mistério e sobrenatural. Mercy não é uma jovem qualquer, mas um anjo caído. E ela está prestes a experimentar uma grande paixão como humana, algo que vai abalar tudo o que ela conhece ou pensa conhecer sobre si mesma. As lembranças de Mercy são fragmentos do que ela foi um dia. A única coisa que ela sabe é que cada vez acorda num corpo diferente. E que, a cada nova vida, mais perguntas inquietantes ficam sem resposta.
Mercy só se sente em paz quando está dormindo, porque nos sonhos ela se encontra com Luc, seu amor perdido. Até o dia em que acorda no corpo de Carmen e conhece Ryan, e suas poucas certezas começam a ruir. Ryan, assim como Luc, é lindo e perfeito, mas vive transtornado pelo sequestro da irmã. A atração que Mercy sente por ele é tanta, e tão imediata, que logo ela se vê completamente envolvida, não apenas pelo irresistível jovem, mas também pelo mistério que o atormenta.
Ao lado de Ryan, Mercy pela primeira vez descobre um propósito como humana: ajudar o rapaz a encontrar pistas da irmã desaparecida. Mas, à medida que obtém respostas, ela também se aproxima demais do perigo. Agora, para salvar a própria vida, mudar seu destino e ficar perto de seu novo amor, Mercy precisa reunir suas forças e juntar as peças do seu passado. Antes que seja tarde demais.
PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Tem alguma coisa errada comigo.”

RESENHA<<<
Raramente entro na vibe de comprar um livro pela capa, mas gostei dessa e quando li algumas resenhas falando relativamente bem do livro, pensei: ‘porque não?’ Então adquiri ‘Mercy’. Confesso que fiquei um pouco chateada porque esperava que o livro fosse bem maior – 187 páginas numa fonte 13,5 provavelmente. =[

Mercy é uma série de 4 livros e todos já foram lançados lá fora. E na verdade ele trata de duas histórias. A que entendemos logo de cara é que esse ser ‘Mercy’ pode habitar os corpos das meninas e sem querer (querendo) ela dá uma ajudinha na vida delas, mas enquanto ela habita esses corpos, a alma/essência da pessoa fica meio adormecida. Então ela começa contando um pouco o que ele é e quem já habitou, mas ao mesmo tempo esse ser que é meio só consciência não consegue se lembrar de nada antes de só ficar habitando os corpos, e essa é a grande história que vai ligar os 4 livros.

No início tive dificuldades de entender e separar as duas histórias, pois a autora só dá muita importância à vida que Mercy habita – Carmen e não conseguia fazer a ligação com os sonhos e ‘coisas do além’, mas à medida que as páginas vão avançando e aquele feeling de quem já leu bastante sobre o mesmo assunto, saquei o que era o lado obscuro de Mercy  e esse meus caros tem grande potencial e não foi explorado no primeiro livro, há apenas pequenos (minúsculos flashs).

Mas a história que a autora foca – a vida de Carmen e seu intercambio na cidadezinha acaba rendendo um pequeno suspense muito intrigante e interessante, pois a autora narra sobre uma situação triste e que acontece constantemente, o sequestro de pessoas (jovens principalmente) e Mercy/Carmen acaba ajudando a essa família e está mais perto de conhecer seu lado obscuro.

Como disse, no início é confuso entender como tudo isso se encaixa, mas aos poucos avançamos e fazemos pequenas ligações e entendemos todos os personagens. Entender o lado obscuro vai precisar de mais feeling, mas com certeza até o final do livro irá fazer a ligação. A leitura é fácil, não é daquelas que te prende (o mistério é bom, mas nada extraordinário), mas pelo livro ser fininho acaba querendo resolver logo e terminar.

Não sei se os personagens apresentados no primeiro livro vão aparecer novamente, afinal teoricamente a história do sequestro na cidadezinha não é o essencial para descobrimos que ou o quê é Mercy, então confesso que fiquei intrigada para saber como ela irá amarrar o próximo livro (que irá se chamar Exilada).

Próximo Livro:
Livro 2 - Exilada

Share:

0 comentários