POISON BOOKS - Nada é Para Sempre (Ali Cronin)

Autor: Ali Cronin
Tradutor: Rita Sussekind
Editora: Seguinte
Publicação: 2012
Páginas: 271
Capítulos: 19
Série: Sim, livro 1 (Série Garota <3 goaroto="">
Temas: Jovem-Adulto, Relacionamento
SINOPSE - Cass é a namorada fiel. Ashley não leva nada a sério. Donna é festeira. Ollie é mulherengo. Jack é esportista. Rich talvez seja gay. Mas e Sarah? Os amigos sempre tiram sarro dela por ser certinha demais, mas ela só está esperando pelo cara certo e agora tem certeza de que o encontrou. Será que ele sente a mesma coisa? Ou tudo não passa de uma paixão de verão? Acompanhe o emocionante último ano de escola de quatro garotas e três garotos de dezoito anos.</div>


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Ashley se esticou como um gato e deu um bocejo tão grande que pude ver sua garganta.”

RESENHA<<<
Um grupo de amigos, os dramas da adolescência, os amores, os sabores e os dissabores dessa fase tão bacana e ao mesmo tempo tão complicada é o que a autora Ali Cronin vai contar em sua saga. A principio cada livro terá um protagonista, mas pelo que eu percebi em ‘Nada é Para Sempre’ vamos perceber que ela fala um pouquinho de cada um dos amigos, mas se foca em um ‘protagonista’.

A série vai ser longa, começou com um conto (disponível em meio digital grátis), serão 7 livros e entre cada um deles teremos mais um conto, então tem bastante coisa vindo por aí.

Quem abre a série é Sarah e vamos acompanhar os altos e baixos de se estar apaixonada e sua primeira vez, afinal ela é a mais certinha das amigas. Talvez a mais sem graça se compararmos com seus amigos. E nisso a autora foi bem fiel. Ela conta como eles se conhecessem, a evolução do ficar, as brigas, neuras, idas e vindas e todo o drama que todo mundo já passou nessa vida (sendo adolescente ou não).

A única coisa que achei chatinha foi a repetição. A autora fica falando o mesmo drama no livro todo e se torna meio chato, acho que ela deveria ter dado mais atenção aos outros personagens em alguns momentos, assim a gente saía um pouco da mesmice de Sarah e seu suposto relacionamento. E tanta coisa acontece com ela e seus amigos, tinha pano para manga para o livro ser enorme.

Talvez a forma apresentada que tenha sido o problema, pois a autora escreve para séries de tv e analisando com calma o livro e comparando com seriados, acho que ela quis dar a mesma forma do que vemos na tv, mas enquanto lá é mais visual e menos contexto, em um livro é diferente. De repente a repetição das cenas de Sarah ficaria ótima na tv, mas aqui foi meio chato.

A narrativa é simples, não é apaixonante, mas também não é difícil. A mesma coisa segue com os diálogos e o enredo. Tem potencial, mas ainda não foi mostrado. E como a série é longa, torcer para que os próximos personagens a serem mostrados não caiam no que foi apresentado aqui.



Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<
FORMSPRING || TWITTER || FEED || FACEBOOK || YOUTUBE || TUMBLR || CONTATO 

Share:

0 comentários