POISON BOOKS - Cidade dos Anjos Caídos (Cassandra Clare)

Autor: Cassandra Clare
Tradutor: Rita Sussekind
Editora: Galera Record
Publicação: 2012
Páginas: 361
Capítulos: 19
Série: Sim, livro 4 (Série Instrumentos Mortais)
Temas: Jovem-Adulto, Anjos, Vampiros, Lobisomens, Sobrenatural
SINOPSE - A guerra acabou e Caçadores de Sombras e integrantes do submundo parecem estar em paz. Clary está de volta a Nova York, treinando para usar seus poderes. Tudo parece bem, mas alguém está assassinando Caçadores e reacendendo as tensões entre os dois grupos, o que pode gerar uma segunda guerra sangrenta. Quando Jace começa a se afastar sem nenhuma explicação, Clary começa a desvendar um mistério que se tornará seu pior pesadelo.



>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“- Só café, por favor.”

RESENHA<<<
Este é o quarto livro da série Os Instrumentos Mortais, para conferir a resenha dos anteriores, clique:

Essa resenha pode conter spoilers.
Não dá para falar muito da série de Instrumentos Mortais sem falar um pouquinho de spoiler, ainda mais no quarto livro da série. Mas vou tentar de tudo para falar o menos possível.

Quando comecei a ler essa série (2008?) eram apenas 3 livros e o final do terceiro mesmo não sendo o que todo mundo esperava fechou uma saga e respondeu a principal questão levantada no livro 1 – Jace e Clary são ou não irmãos? Não, eles não são!!! Aleluia ;)

Os próximos três livros (incluindo esse) penso em algo a parte, uma nova trilogia que deve tender mais para o lado do Simon do que para o casal principal. Eu sou fã demais dessa série, mas preciso dizer que Jace e Clary nesse livro estão chatos demais, uma DR (discutir o relacionamento) constante e birrenta e praticamente todo capitulo tem algo do – eu não te amo, não sou suficiente para você e blábláblá. Foi tenso!

Já a melhor parte ficou com Simon e seus’ causos’ com Maya e Isabelle, aliás esse trio é o melhor do livro e junto com um novo personagem transformam a vida de todos em uma constante tensão. Até porque Simon é um vampiro que anda na luz do dia, ele virou uma figura importe e ligações serão feitas e novas informações surgem.

Personagens de Anjo Mecânico (spin-off da série) vão ser comentados, talvez por isso seja bacana ler na ordem de como está sendo lançado lá fora (e acredito que a editora vai lançar assim também).

Por isso me agarrei mais na parte de Simon do que no romance chato e montanha-russa de Jace e Clary (mas nem tudo é ruim, tá? Tem uns detalhes que precisa prestar atenção porque com certeza vão ser explorados no próximo livro).

Agora preciso sempre falar que a autora adora um momento de reviravolta nos finais de seus livros. O único que não tem é o 3 porque a principio seria o fim da série, mas o final deste para o próximo foi muito bom e já estou ansiosa pelo próximo – provavelmente se chamará Cidade das Almas Perdidas.

Share:

0 comentários