POISON BOOKS - O Cerco de Rowan (Henry N. Neff)

Autor: Henry H. Neff
Tradutor: Geraldo  Cavalcanti Filho
Editora: Prumo
Publicação: 2010
Páginas: 500
Capítulos: 22
Série: Sim, livro 2 (Série A Tapeçaria)
Temas: Magia, Aventura, Infantojuvenil
SINOPSE - Forças terríveis estão convergindo para assumir o controle sobre o Livro de Thoth, um artefato escondido cujas páginas contêm a chave para a criação - ou destruição - de tudo o que existe. Sob a guarda e tutela do letal agente da Rowan de Cooper, Max McDaniels e David Menlo embarcam em uma busca para proteger o Livro de Thoth do demônio Astaroth que deseja explorar seus segredos com consequências nefastas. Com Astaroth à solta, após séculos de aprisionamento, o mundo além dos portões da Rowan já se tornou hostil: criaturas das trevas batem nas janelas, rivalidades antigas são renovadas e governos caem, um após o outro. Neste segundo livro da série, Henry H. Neff revela uma sociedade à beira do caos - um pano de fundo assustador para a história de um menino que se torna homem e vai ao encontro de seu destino.



>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Agachado sob um manto de pinheiros arqueados em um canto remoto do Santuário de Rowan.”

RESENHA<<<
Esta é a continuação da série A Tapeçaria.
Livro 1 – Academia de Rowan

Claro que quando li a sinopse e vi que tinha um ar de HP me deixou interessada, mas no primeiro livro da série isso fica bem claro, tem magia, mistério, envolve bruxos e criaturas mágicas, mas paramos por aí. HP é um mundo e o que Henry criou é algo completamente diferente.

Se eu achei que o livro anterior foi tenso, nesse eu multiplico tudo isso ao quadrado ou ao cubo, Henry não fica sensibilizado em colocar muitas aventuras e dramas na vida de Max e David, o primeiro é o grande salvador do mundo mágico e o segundo é um menino importante, muito inteligente e também tem um destino importante.

Aqui nós começamos a compreender o quão grande é esse mundo mágico. No primeiro livro ficamos muito tempo na academia de Rowan, um lugar mágico e muito fascinante, com criaturas fantásticas, cheio de locais misteriosos e afins. Mas agora devido aos acontecimentos do final do livro anterior a academia está em perigo, ou melhor, as negociações entre coisas ocultas acabam deixando Max e David em perigo, por isso eles precisam fugir. E aí que descobrimos mais locais.

É um livro denso, a história tem momentos que se arrasta, sua narrativa não é tão fácil e acredito que as crianças de 13/14 anos vão ter dificuldades em ler o livro. Além de capítulos longos demais. Mas um ponto a favor é tudo ser bem amarrado. A série tem muitos personagens, como manda qualquer livro que envolva escola, mas o foco nesse é mesmo Max, David e uns poucos personagens que estão na fuga. Isso facilitou bastante a compreensão.

Outro lado que destaco é que o autor não tem medo de ferir ou colocar seus personagens em algum tipo de fria. A realidade aqui é bem mais nua e crua. E isso foi algo que me assustou no primeiro livro [é um livro juvenil, então a faixa etária dele é de 13/14 anos], fiquei pensando se as crianças iriam entender ou achar que é algo sangrento demais. Dentro do contexto até vale, mas será que se elas começarem a pensar demais não vão imaginar outras coisas? Não sei =/.

Algo importante a se dizer era que antes seria uma trilogia, mas o autor já confirmou que a série passou a ter 6 livros. Aqui no Brasil 3 já foram publicados e lá fora o 5º livro foi publicado este ano. Espero que não demore para chegar aqui, pois entre o primeiro livro e este foram quase 2 anos de espera.

Um quote que me fez pensar e espero que vocês também parem para pensar sobre isso:
“- Nada é mais perigoso do que uma ideia, Max. As ideias provocam mudanças, e as pessoas temem as mudanças.”
Pág  184

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<
FORMSPRING || TWITTER || FEED || FACEBOOK || YOUTUBE || TUMBLR || CONTATO 

Share:

0 comentários