POISON BOOKS - Luxúria (Eve Berlin)

Autor: Eve Berlin
Tradutor: Inês Pimentel
Editora: Lua de Papel
Publicação: 2012
Páginas: 256
Capítulos: 16
Série: Sim, livro 1 (Série Luxúria)
Temas: Romance, Adulto, Erótico
SINOPSE - Quando achava que era hora de parar... Ela então pediu por mais... Quando Dylan Ivory, escritora de romances eróticos, recebe o contato de Alec Walker, nem imagina o quanto esse homem pode mexer com seus pensamentos. Conhecido por ser um famoso dominador em relações sadistas e sadomasoquistas, Alec tenta convencer Dylan de que a melhor forma de se aprofundar no assunto - e então escrever um livro o mais próximo possível da realidade - é viver uma experiência como submissa e sentir na pele a sensação desse tipo de relação. Para Dylan, essa proposta será difícil de ser aceita - uma vez que ela é fanática por ter o controle de tudo em sua vida. Embalados por um misto de prazer e apreensão, o casal se vê em uma situação tentadora enquanto evitam entregarem-se ao sentimento que nasce entre eles.


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Dylan Ivry soube que era ele no exato momento em que viu a corpulenta figura irromper no estacionamento em frente ao Museu de Arte Asiática em uma clássica Ducati, a motocicleta impecável, preta e cromada.”

RESENHA<<<
Mais um livrinho seguindo a vibe erótica-sexy. Alias, esse aqui é um dos poucos que realmente começa mostrando o submundo do BDSM e poderia facilmente desbancar os outros que temos no mercado, mas em um determinado momento a autora jogou tudo para o alto e voltou com os mesmos mimimis dos outros livros.

A história fala de uma autora que quer escrever sobre o mundo BDSM e nada melhor do que se sujeitar à algumas coisas para tornar sua história mais real. E nesse ponto o livro representa bem os personagens – a mulher que gosta de sexo, mas nunca soube nada de fetiches e afins e o jeito que ela se comporta, curtindo algumas coisas e rejeitando outras é bem legal. E o cara que vive no tal mundo e quer ensinar para ela as nuances e o que se pode ou não fazer.

Eu curti esses dois personagens no início. Sabe quando você lê algo verdadeiro? É assim no começo da história, a gente meio que fica a favor da protagonista mesmo ela curtindo algumas coisas que colocaria a maioria em duvida, mas ela descreve em detalhes interessantes e mostrou os clubes e casas que nenhum dos livros que li até agora que falam sobre o assunto mostram. Mas de repente tudo isso muda e todo mundo fica apaixonado, mas do jeito chato.

Não sou contra paixões e romances, mas assim do nada? Acorda e resolve dizer – estou apaixonada? E aí a história que tinha uma pegada mais sexy, acaba rumando para aqueles romances chatos e melosos meio típicos de chick-lit, então a história cai e muito da metade do livro em diante.

Eu acho que quem quer conhecer um pouquinho mais do mundo que está dando o que falar nas resenhas e afins, deve ler Luxúria, mas fiquem cientes que depois a história vai voltar ao que é nos outros livros. Então se você gosta dessa coisa meio mimimi, mas às vezes quer algo mais caliente, vem com tudo ler o livro!


Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<
FORMSPRING || TWITTER || FEED || FACEBOOK || YOUTUBE || TUMBLR || CONTATO 

Share:

0 comentários