BOOKS || Caçadores de Sombras (Daniel Blythe)

Autor: Daniel Blythe
Tradutor: Cláudia Belhassof
Editora: Bertrand
Série: Sim, livro 1 (Série Caçadores de Sombras)
Temas: Infantojuvenil, Fantasmas
Há três semanas, Miranda May se mudou de Londres para Firecroft Bay com a família e, desde então, não consegue dormir direito. Suas noites são sempre invadidas pelo mesmo sonho, onde uma imagem desconhecida toma forma na escuridão. Sem compreender seu significado, Miranda decide chamá-la exatamente assim: a Forma. Nessa cidadezinha litorânea sem qualquer agitação – apenas um traço no mapa, a definição completa do tédio – é nos sonhos que algo verdadeiramente emocionante acontece. O quarteto sabe que precisa de Miranda. E ela, por sua vez, tem a estranha sensação de que Cal e seus amigos têm as respostas para as muitas dúvidas que estão tirando seu sono. Liderados pela srta. Bellini, os quatro formam uma espécie de equipe de investigação de eventos paranormais, que vão muito além de fantasmas e fenômenos da natureza aparentemente inexplicáveis. Assim como Miranda, todos eles conhecem, mas pouco sabem sobre a Forma e, juntos, tentam decifrá-la. Mas à medida que essas sombras desconexas, antes restritas aos sonhos, evoluem e começam a invadir a vida de Miranda a ponto de não ser mais possível saber quando ela está dormindo ou acordada, fica cada vez mais urgente lutar contra essa força do mal. Envolvida em um novo mundo de suspense, conspirações e tendo que lidar com a descoberta de seus próprios poderes paranormais, o primeiro passo de Miranda será encontrar a Forma em meio à escuridão.
PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Toda noite digo a mim mesma que o sonho não vai voltar.”

RESENHA<<<
Caçadores de Sombras é daqueles livrinhos que você quase não dá nada por ele, tem uma sinopse engraçadinha e uma capa bacana, mas muita gente acaba parando por aí. Mas quando entramos no mundo criado por Daniel Blythe é que percebemos que os livros infanto-juvenis podem ser bem interessantes.

A história conta o mistério que uma jovem moradora e alguns estudantes tidos como esquisitos descobrem a respeito de sombras/fantasmas que parecem se concentrar na pequena cidade deles. A escrita um tanto misteriosa (apesar de simples) e na forma de anotações faz com que a gente consiga acompanhar Miranda e seus amigos nessa aventura.

Vale lembrar que o público é o da faixa de 13/14 anos, por isso algumas coisas são pouco interessantes para nós que estamos acima dessa idade, mas desde que comecei a ler para o blog sinto falta de coisas intrigantes e que não sejam bobinhas para esse público e este livro tem isso de bom. Serve tanto para meninos e meninas, pois o time de pesquisadores é misto, cada um especialista em algo – hacker, boa de dedução, sabe mexer com programas. Enfim, eles falam de coisas do dia-a-dia.

Apesar de saber que é uma série, a gente tem um final. Ninguém vai terminar o livro achando que faltou algo, mas claro que temos gancho para os próximos [infelizmente não achei nada falando de quantos livros serão L].

Recomendo a leitura, é algo rápido, diferente e apesar de fugir um pouco do que ultimamente andamos lendo, não é algo de todo ruim e para quem tem crianças dessa idade em casa, com certeza eles vão gostar dos mistérios envolvendo as sombras e a jovem Miranda.

Share:

0 comentários