POISON BOOKS - Toda Sua (Sylvia Day)


Autor: Sylvia Day
Tradutor: Alexandre Boide
Editora: Paralela
Publicação: 2012
Páginas: 271
Capítulos: 22
Série: Sim, livro 1 (série Crossfire)
Temas: Adulto, Romance, Relacionamentos, Submissão
SINOPSE - Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela — e provavelmente qualquer outra pessoa — já viu. Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer — e é claro que Eva acaba se entregando.
Uma relação intensa começa. O sexo é incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam — o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto a faísca que trará de volta os traumas do passado.




>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMERA FRASE DO LIVRO<<<
“A gente devia ir até um bar comemorar.”

RESENHA<<<
Mais um livrinho seguindo a linha erótica. E não é o primeiro que falo do tema, lembrando que outros livros do tipo já foram resenhados aqui no blog, mas como eles tinham algo de sobrenatural no meio (Irmandade da Adaga Negra, Senhores do Mundo Subterrâneo e etc.) as pessoas não criaram escândalos ou resolveram dizer que era o novo hit.

Pelo que entendi dos livros da linha erótica ate agora não é o fato de ter sexo explicito ou algumas bizarrices, mas sim o fato deles falarem sobre submissão e relacionamentos doentios. Não tenho nada contra quem pratica o BDSM, afinal dentro de quatro paredes vale o que o casal quiser e tiver afim, mas quando um dos personagens começa a querer controlar a vida do outro fora do quarto eu começo a desgostar do livro. Foi assim em Belo Desastre e aqui também segue a mesma linha de dominação.

A personagem principal sempre teve essa coisa meio de ser dominada e no decorrer do livro ela conta porque as pessoas ficaram super protetora com ela a ponto de regularem a sua vida, ela não gosta, mas também percebi que ela não se empenha para mudar essa atitude dos pais. Já no caso do cara, ainda não sabemos o que aconteceu em seu passado para que ele passe a agir assim, mas acredito que seja algo bem parecido com o ocorrido com Eva.

A história em si não tem nada além do que já lemos em romances de bancas ou nos livros já citados, tem cenas de sexo tratadas como coisas corriqueiras e não aquele ar de é a minha primeira vez e algumas vezes os palavrões utilizados foram um pouco desnecessários, mas não morri por causa disso.

A narrativa não é tão apaixonante como em Belo Desastre, mas o lado obsessivo do personagem Gideon é menos que o de Travis, pois ao contrário do jovem lutador, ele não sai por aí batendo nas pessoas que se aproximam de Eva, mas a trata como se fosse algo dele, um desespero meio surreal.



Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<
FORMSPRING || TWITTER || FEED || FACEBOOK || YOUTUBE || TUMBLR || CONTATO 

Share:

0 comentários