POISON BOOKS - Sete Minutos no Paraíso (Rafaella Vieira)

Em 04 junho 2012

Autor: Rafaella Vieira
Tradutor: --
Editora: Gutenberg
Publicação: 2012
Páginas: 184
Capítulos: --
Série: Não
Temas: Romance, Lit. Nacional, Jovem-Adulto
SINOPSE - Raquel só se veste de preto, é extremamente antissocial e se acha a esquisitice em pessoa. Diego é só mais um garoto de 16 anos louco por videogame e filmes de terror. Os dois cresceram juntos e são amigos inseparáveis. Mas um dia ela percebe que está perdidamente apaixonada por ele.


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO <<<
“Vou contar uma coisa pra você: o Diego é a pessoa mais sem noção que conheço!”


RESENHA <<<
Quando comecei a ler este livro, o título me fez lembrar de uma brincadeira que não é muito comum por aqui, mas na maioria dos seriados americanos já ouvimos falar dela – 7 Minutos no Paraíso – que consiste em ficar trancado sete minutos com sua paixão dentro de um armário/closet/etc. e confesso que fiquei ansiosa para saber como a protagonista iria conseguir essa façanha. Mas ao longo das páginas descobrimos que o paraíso da protagonista é bem mais legal....rs.

A história contada pela autora Rafaella Vieira é rápida, divertida e com certeza todo mundo já teve alguma das ideias loucas da protagonista – Raquel. A família dela é uma coisa a parte e também acho que em algum momento todo mundo teve aquela sensação – minha família não bate bem, às vezes a gente até tem razão, não é?

Não foi a primeira vez que li histórias assim e em alguns momentos tem bastante coisa clichê – se apaixonar pelo melhor amigo, bolar planos para conseguir com que ele a note, alguma menina ameaça a ideia de ficar com ele e por aí vai. Mas a autora conseguiu colocar isso em uma forma bacana que quando a gente começa a ler não quer parar.

Acredito que uma das poucas coisas que enfraqueceram a ideia legal da história, foram as comparações que Raquel faz da paixão dela, as primeiras foram engraçadas, mas aos poucos tinha horas que chegava a obsessão e perdia o momento engraçado que a autora tinha criado para o livro. E essas comparações/obsessões chegavam a quase uma página inteira.

Mas para quem curte esse momento alegre e meio louco da adolescência, gosta de personagens intrigantes, quer um sotaque fofo do Nordeste e uma leitura rápida e divertida, pode ir fundo. Garantia de risadas. 


Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais <<<
FORMSPRING || TWITTER || FEED || FACEBOOK || YOUTUBE || TUMBLR || CONTATO