POISON ABOUT - Stand By #1


A sinopse te ganhou, a capa fez seu coração balançar e até as resenhas te empolgaram a comprar o livro, mas depois de tudo isso, você começa a ler e de repente você percebe que não está mais naquela vibe de 10/20 dias atrás (ou mais) quando comprou o livro, o que fazer?

Os dois livros de hoje entrem nessa ideia, pois apesar de não ter lido tudo, não significa ainda que quero abandoná-lo, mas ainda não fui fisgada por eles ou mudei de vibe e acredito que se continuar lendo vou ser influenciada por este momento.

Então eu estou dando uma pausa na leitura. Mas faço os prós e contras dele até onde li e porque estou dando essa pausa:


A ÚLTIMA CARTA DE AMOR:
Não sou muito de ler romances, por isso quando alguma sinopse me prende costumo dar atenção. A história fala de cartas de amor e duas mulheres em tempos diferentes – uma (Jennifer) no passado com seu casamento infeliz e um acidente que mudou a sua vida e a outra no nosso tempo, vasculhando as cartas atrás de pistas.

Acho que o que me deixou querendo adiar a leitura do livro foi quando a autora começa a nos mostrar a vida da dona das cartas achadas por Ellie, a narrativa é um pouquinho arrastada e bem confusa, ou seja, se não ficar ligado quando a autora muda de tempo você nem percebe e acaba entrando/saindo de momentos diferentes e se perdendo.
Autor: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Temas: Romance, Adulto

SINOPSE - Londres, 1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. Novamente em casa, com o marido, ela tenta sem sucesso recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer sente que alguma coisa está faltando. É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por “B”, e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante. Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalha. Obcecada pela ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido — em parte por estar ela mesma envolvida com um homem casado —, Ellie começa a procurar por “B”, e nem desconfia que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas de seu próprio relacionamento. Com personagens realísticos complexos e uma trama bem-elaborada, A última carta de amor entrelaça as histórias de paixão, adultério e perda de Ellie e Jennifer. Um livro comovente e irremediavelmente romântico.


O 5º CAVALEIRO:
O problema de séries grandes é que depois de alguns volumes você sente como se estivesse lendo a mesma coisa sempre. Já comentei aqui no blog que quando a série é muito longa, eu começo a compilar e achar que é uma grande história, meio que não faço as separações por livros, me lembro dos momentos importantes na trama, mas em qual livro foi, eu acabo precisando de ajuda.

E foi isso que senti aqui. Enquanto lia as páginas deste livro tinha a impressão que continuava lendo o livro anterior, e nem digo isso por ser a continuação, fala de ser a mesma história, os mesmos lugares e dilemas. E apesar dos dramas e momentos policiais que funcionaram tão bem no anterior, nesse me deram a impressão de um grande déjà vu. Por isso até eu ‘esquecer’ a história anterior e essa sensação passar, ele está de stand by.
Autor: James Patterson
Editora: Arqueiro
Temas: Policial, Suspense

SINOPSE - Um assassino brinca de Deus Quando a tenente Lindsay Boxer fica sabendo que 20 pacientes prestes a receber alta morreram de forma suspeita no conceituado Hospital Municipal de São Francisco, ela desconfia de que há algo errado. Será mera coincidência? Ou alguém anda tirando a vida de inocentes? O maior julgamento de São Francisco Inconformados, os familiares das vítimas resolvem processar o hospital por negligência médica. Enquanto a cidade se prepara para um dos mais aguardados julgamentos de sua história, Lindsay e suas amigas do Clube das Mulheres contra o Crime têm um motivo pessoal para investigar o caso. Não há tempo a perder A nova integrante do grupo, Yuki Castellano, teme que sua mãe, internada na UTI do centro médico, não saia de lá com vida. Numa corrida contra o tempo, Lindsay e Yuki percebem que não são bem-vindas pela diretoria do hospital, que pode estar tentando salvar sua própria reputação.


Essa é uma nova ‘aba’ da coluna POISON ABOUT – onde falo dos livros que estão de stand by, ou seja, eles deram uma empacada na leitura, porém eu gostei o suficiente para não abandoná-los. E você? Tem algum livro nessa situação? E se tem o que faz?


Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais <<<



Share:

0 comentários