POISON BOOKS - O Círculo Negro e Nas Profundezas (Patrick Carman e Jude Watson)

Em 09 abril 2012

Autor: Patrick Carman, Jude Watson
Tradutor: Rafael Mantovani
Editora: Ática
Publicação: 2011
Páginas: 174, 230                                                                          
Capítulos: 16, 26
Série: Sim, volumes 5 e 6 da série 39 Pistas
Temas: Aventura, Infanto-Juvenil
SINOPSE - Onde estão Amy e Dan Cahill? Os dois irmãos foram vistos por último no Egito, na caçada a uma das 39 pistas que poderiam fazer do vencedor o ser mais poderoso da terra. Mas ninguém mais os viu depois do que ocorreu por lá. Será que a espiã Irina Spasky os seguiu e pôs as mãos neles? Ou teria sido algo bem pior… Os Madrigal? 

Neste sexto volume da série The 39 Clues, Amy e Dan voam para a Austrália. Tentando seguir o mesmo caminho de seus parentes, com 8 anos de atraso, eles ligam o último vôo de Amelia Earhart a seu próprio clã da família Cahill. Quando Amy começa a encarar flashbacks cada vez mais intensos da memória relacionada a seus pais, Dan tem de lidar com tubarões raivosos, aranhas venenosas e dos esquemas de espionagem armados por seus familiares numa trama de pura ação onde o próprio título já revela grande coisa sobre o enredo: nas profundezas.


>>> OUTROS LINKS <<<


PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Amy Cahill gostava de ser a primeira a se levantar de manhã.”

RESENHA <<<
Resenha dupla!!!!
Livros 5 e 6 da série 39 Pistas, para ler os anteriores, clique:

Os irmãos Cahill continuam firme e forte na sua busca pelas 39 pistas e a oportunidade de descobrir mais sobre sua família e o que essas pistas podem significar, afinal quem detiver todas terá um grande segredo em mãos. Em ‘O Círculo Negro’ os irmãos chegam a Rússia e descobrem algumas coisas assustadoras sobre uma parte da família – os Lucians – e sobre as pessoas que sabem deste segredo.

A busca na Rússia marca uma importante reviravolta para os irmãos, acho que é quando a caçada realmente ganha ar de realidade. Não que eles não soubessem que a busca é real, mas de repente pessoas importantes começam a aparecer e estar mais perto das equipes na busca das pistas.

Até aqui as buscas viam em um ritmo meio lento, mas acredito que esse livro é o pontapé inicial para uma parte cheia de ação e reviravoltas e isso temos de sobra enquanto os irmãos estão buscando informações, principalmente sobre a morte dos Romanov (a família da princesa Anastácia). Eles e as outras equipes começam a ter informações que serão necessárias para continuar na disputa.

Após a passagem pela Rússia e alguns segredos revelados, outros ainda nos deixando em dúvidas e alguns que parecem pontas soltas, os irmãos embarcam para Austrália, por isso ‘Nas Profundezas’ é um dos livros mais mortais lidos até agora.

Na Austrália, Amy e Dan vão descobrir qual o clã que eles pertencem e o que isso implica. E Amy começa a lembrar do dia da morte de seus pais. Será que tudo foi uma armação? Será que realmente queriam que seus pais morressem? Quem estava na noite do crime? Afinal os Cahill fazem qualquer coisa para conseguir o que desejam.

Apesar das aventuras loucas e bem mortais, achei bem forçado o modo como Amy começa a se lembrar de seus pais, para mim foi se o livro tivesse estruturado em algum canto com a linha – Amy precisa se lembrar da noite da morte dos pais – a coisa nem foi natural, praticamente ela está dormindo e em outro momento ela está lá se lembrando de tudo. Não gostei.

Mas por outro lado quem começa a aparecer mais é a au pair deles – Nellie – que eu sempre desconfiava que tem um algo a mais, não que Dan e Amy não tenham desconfiado ao longo dos livros anteriores, mas nesse livro a ficha começa a cair para eles de forma mais rápida.

Ansiosa para continuar a busca, pois a medida que as pistas são encontradas, começamos a perceber que a caçada está mais mortal e a revelação está mais perto e que todos os Cahill escondem alguma coisa.


Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais <<<