POISON MOVIES - Gato de Botas


Título no Brasil:  Gato de Botas
Título Original:  Pussy in Boots
País de Origem:  EUA
Gênero: Animação
Ano de Lançamento:  2011
Duração: 90 mim
Estréia no Brasil: 09/12/2011
Estúdio/Distrib.: Paramount Pictures
Direção:  Chris Miller
SINOPSE - Muito antes de conhecer Shrek, o notório lutador e sedutor Gato de Botas (voz de Antônio Banderas) torna-se um herói ao sair em uma aventura com a durona e malandra Kitty Pata-Mansa (Salma Hayek) e o astuto Humpty Alexandre Dumpty (Zach Galifianakis) para salvar sua cidade. Complicando a situação, os foras da lei Jack (Billy Bob Thorton) e Jill (Amy Sedaris) fazem de tudo para ver o Gato de Botas e seu bando fracassarem. Essa é a verdadeira história do Gato, do Mito, da Lenda... e, é claro, das Botas.



>>> OUTROS LINKS <<<

RESENHA <<<
Desde que o Shrek apareceu nas telas e toda aquela brincadeira em cima do ‘felizes para sempre’, eu queria ver um filme ou que o Gato de Botas pudesse aparecer mais, afinal do trio, ele sempre é o mais esperto, com as atitudes de lutar e encarar as coisas de frente. Até porque eu não me lembrava da história do Gato de Botas, achei que era uma daquelas coisas meio inventadas que acabam ficando na nossa mente.

Eu sei que este é um filme um pouco velhinho...ele já saiu de cartaz dos cinemas brasileiros há algumas semanas, mas ele estava disponível no meu voo, então fiquei dividida entre ler e ver filmes e séries. Afinal, quem aguenta 12hs de voo? =/

Por ser um filme para criança, eu não fiquei esperando demais dele, mas confesso que fiquei muito, muito decepcionada. Ele nem de longe lembrou o personagem que aparece no Shrek e ainda misturaram um lance com ‘João e o Pé de Feijão’ que não vi o motivo.

Tem cenas engraçadas? Com certeza... Momentos interessantes, mas na maior parte do tempo a história é bobinha e cansativa, faltou um algo a mais. Foi como se o personagem sozinho não se sustentasse. O que eu duvido muito. Já que ele sempre mostra a que veio na franquia Shrek.

O filme conta toda a trajetória do Gato, desde que ele era pequeninho e vivia em um orfanato, inclusive o momento que ele fez pela primeira vez os olhinhos fofos *_*, ahhh essa cena é muito ‘cute cute’. Até as desavenças ao longo da jovem vida dele, o que aconteceu na sua pequena cidade e porque ele virou alguém procurado. Mas em nenhum momento fez um link para Shrek. Então essas aventuras se passam bem antes deles se conhecerem.

Recomendo esperar chegar na tv a cabo. Lembro que não vi a versão 3D, outra que recebeu muitos elogios. Mas acho que nesse caso, nem em 3D iria salvar a história.




Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais <<<

Share:

0 comentários