POISON BOOKS - Instintos Cruéis (Carrie Jones)

Em 27 fevereiro 2012

Autor: Carrie Jones
Tradutor: Ana Duarte
Editora: Underworld
Publicação: 2010
Páginas: 337                                                                                  
Capítulos: --
Série: Sim
Temas: Jovem-Adulto, Fadas, Sobrenatural
SINOPSE - Zara White suspeita que um cara estranho esteja meio que a perseguindo, de um modo bem compulsivo e obsessivo. E ela também tem uma obsessão... por fobias. E é bem verdade que ela não é mais a mesma desde que seu padrasto morreu. Mas precisava ser exilada no Maine, para morar com a avó ? Isso já parece um pouco extremo, não ? No entanto, foi uma atitude tomada com o suposto propósito de fazer com que Zara mantenha sua sanidade... porém, ela está bem certa de que o verdadeiro problema é que sua mão não consegue lidar com ela nesse momento. Zara não poderia estar mais errada. Acontece que o cara que meio que a persegue não é um produto da sua imaginação. Na verdade, ele ainda a está seguindo, deixando para trás um misterioso rastro de poeira dourada. Algo não está certo - algo não humano - nessa cidadezinha estagnada no Maine, e todos os sinais apontam para Zara. Neste romance sinistro e cativante, Carrie Jones nos presenteia com uma boa dose de romance e suspense, além de no apresentar uma criatura que nunca havíamos pensado que deveríamos temer.


>>>OUTROS LINKS <<<

>>> ONDE COMPRAR <<<

“Todo mundo tem seus medos, certo?”

RESENHA <<<
Tenho uma queda pelas fadas/elfos, acho que depois dos vamps, esses seres são os que sempre me agradam e aí eu quero muito ler, ainda mais quando leio muitas resenhas positivas. Aliás, ando muito com pé atrás quando começo a só ler resenhas positivas sobre um determinado livro, tenho quase certeza que eu vou ser uma das poucas que não irão gostar.

Comecei a ler Instintos Cruéis com muita expectativa, talvez isso seja sempre um erro? Acho que sim, o bom é ler sem dar nada pelo livro e aí de repente ele se torna a coisa mais maravilhosa, mas infelizmente este não alcançou esse status, tem muito barulho por nada.

Começaremos pelas fobias, super interessante conhecer mil nomes de fobias, mas só. Nas páginas iniciais, a personagem principal realmente tem um problema e as fobias são interessantes, mas depois isso se perde e você fica se perguntando, ué cadê as fobias do início? Morreu...

O lado das fadas foi meio bobo, assim que ela chega no lugar que vai morar, minhas anteninhas já ficaram ligadas e pensei, esses amigos são todos estranhos, tem um quê de sobrenatural nessa gente e não deu outra, não sabia bem o que eles eram, mas isso estava lá e a explicação foi tão irreal quanto poderia ser.

Mas o que mais me deixou abismada foi o final, simples demais. Porque caros leitores, a protagonista meio humana jamais conseguirá de maneira tão boba derrotar um imortal assim de uma forma tão sem graça e fácil demais. E isso me deixou abismada, o final foi muito fraco e bobo e isso sim me incomodou muito mais do que as coisas clichês da autora.

Não sou muito de comentar erros, mas nesse caso merecem uma notinha, não tinha travessão e sim aspas. O que não é adotado no Brasil e o pior são as aspas que abrem e não fecham ou as que fecham e não foram abertas.

Vamos ver se quando o livro 2 sair eu terei paciência para ler, só nos resta aguardar.


Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais <<<