POISON BOOKS - Trono de Fogo (Rick Riordan)



Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Publicação: 2011
Páginas: 389                                                                                
Capítulos: 24
Tema: Infanto-Juvenil, Mitologia

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Os deuses do Egito Antigo foram libertados, e desde então Carter Kane e sua irmã, Sadie, vivem mergulhados em problemas. Descendentes da Casa da Vida, ordem secreta que remonta à época dos faraós, os dois têm poderes especiais, mas ainda não os dominam por completo – refugiados na Casa do Brooklin, local de aprendizado para novos magos, eles correm contra o tempo. Seu inimigo mais ameaçador, Apófis, está se erguendo, e em poucos dias o mundo terá um final trágico. Para terem alguma chance de derrotar as forças do caos, precisarão da ajuda de Rá, o deus sol. Despertá-lo não será fácil: nenhum mago jamais conseguiu. Carter e Sadie terão de rodar o mundo em busca das três partes do Livro de Rá, para só então começarem a decifrar seus encantamentos. E, é claro, ninguém faz ideia de onde está o deus.



PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“Aqui é Carter.”

RESENHA:
Fã de mitologia egípcia? Não pode deixar de ler essa saga. E como este é o livro 2 dAS CRÔNICAS DOS KANES, para saber sobre o livro anterior clique:

Não entendo tanto de mitologia egípcia quanto sei de grega (por favor não entendam isso como ‘eu-sou-expert’, mas acho que a grega é mais fácil de assimilar e tem muito mais informações), por isso digo que teve muitos momentos que fiquei perdida na história com tantos deuses e afins.

A história dos irmãos Carter e Sadie está ficando mais confusa, não só porque novos inimigos estão ‘acordando’, mas porque novas informações estão surgindo ao longo do caminho e Rick Riordan não economizou lugares nesse livro, acho que é uma das grandes diferenças entre Percy e os Kanes, pois enquanto o primeiro fica apenas nos EUA, aqui o mundo é o limite.

Este livro 2 há novos personagens e os que aparecem no livro anterior apareceram muito pouco por aqui. Talvez seja pelas novas informações que são apresentadas ou até para dar uma agilidade na história, mas a parte de mitologia em si foi super confusa, as vezes tem muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo e não conseguimos nos focar no que pode ou não ser importante.

Falando de foco e muitas informações, tive a informação que seriam apenas 3 livros essa saga (geralmente ele escreve 5), então talvez isso justifique o porque de tantas coisas ao mesmo tempo e olha, ainda falta explicar muitas coisas.

Posso dizer que sou total Team Anúbis?! E senti muita falta dele neste livro, ele apareceu tão pouco em relação ao anterior e a cota de romancezinhos também diminuiu bastante, não que eles não existam, mas é algo pontual, aqui e ali, algumas vezes até sem graça =/, faltou aquela animação que teve no anterior.

Tóxico


Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.


Share:

0 comentários