POISON BOOKS - Asas (Aprilynne Pike)


Autor: Aprilynne Pike
Editora: Bertrand
Publicação: 2011
Páginas: 287                                                                                
Capítulos: 25
Tema: Infanto-Juvenil, Fadas, Sobrenatural

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Laurel foi encontrada na porta da casa de seus pais adotivos e sempre estudou com a mãe. Aos quinze anos, após se mudar para uma nova cidade e se matricular em uma escola, sua vida muda completamente. Para começar, desde sempre solitária, ela ganha um grupo de amigos e um admirador apaixonado, David. E isso será apenas o início. À primeira vista, Laurel é uma garota comum, com os problemas de qualquer adolescente. O que a diferencia, porém, é ter um segredo maravilhoso e perigoso: ela é uma fada e tem a missão de proteger o portal de Avalon.



PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“Os sapatos de Laurel tamborilavam um ritmo alegre que desafiava seu ânimo sombrio.”

RESENHA:
Para começar a entender essa história, você precisa esquecer tudo que sabe sobre fadas, pois aqui a autora criou algo inteiramente novo para elas. E talvez sem querer deixar os altinhos tristes, mas acho que essa história é mais apropriada para as meninas entre 12 a 15 anos.

Laurel é a personagem principal dessa série sobre fadas, ela sabe que nunca foi muito normal, digamos assim, sempre foi daquelas meninas que nós classificaríamos como ‘natureba’. E realmente ela só come isso, pois qualquer coisa mais forte, digamos assim, ela passa muito mal. Como se seu organismo não aguentasse processar outros tipos de comida.

Tudo piora e começa a mudar quando ela sai do campo (eu e a minha teoria que toda casa nas histórias tem sua própria florestinha) e vai para cidade, aí sim ela começa a passar por alguma espécie de mudança. Primeiro uns brotos nascem e de repente ela tem uma espécie de planta nas costas.

Pode parecer mega estranho e totalmente foge com tudo de fadas que eu sempre conheci, mas para a autora as fadas são uma espécie de plantas, elas desabrocham em uma das 4 estações – primavera, verão, outono e inverno – e devido a isso, seus poderes podem ser mais ou menos importantes.

Confesso que ate assimilar essa ideia de fada sendo planta, a história não conseguia descer, sabe quando você não acredita no que está sendo contado? Mas depois que eu aceitei, até que a história correu mais fácil. Ela tem os mesmos dramas de sempre, mas os personagens apesar de terem 16 anos, são super inocentes, me lembrou mais crianças de 12/13 anos. As atitudes eram de crianças dessa idade, faltou desenvolver melhor isso, faltou uma profundidade das ações, por isso disse que o livro é mais para meninas da faixa etária de 12 a 15 anos.

A história é bonitinha e até tem uma ternura, mas não sei se tem história para 4 livros (que é o que tem hoje no mercado), a não ser que elas sejam independentes, o que eu duvido muito. Para quem gosta de leitura rápida e quer tentar algo novo sobre fadas é uma oportunidade.


Tóxico


Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários