POISON BOOKS - O Poder dos Seis (Pittacus Lore)



Autor: Pittacus Lore
Editora: Intrínseca
Publicação: 2011
Páginas: 319                                                                                 
Capítulos: 33
Tema: Jovem-Adulto, Aliens, Poderes

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
O planeta Lorien foi devastado pelos mogadorianos, e seus habitantes, dizimados. Exceto nove crianças e seus guardiões, que se exilaram na Terra. Eles são como os super-heróis que idolatramos nos filmes e nos quadrinhos – porém, são reais. O Número Um foi morto na Malásia. O Número Dois, na Inglaterra. E o Número Três, no Quênia. Tentaram pegar o Número Quatro, John Smith, em Ohio, e falharam. Em O poder dos seis, John e a Número Seis se recuperam da grande batalha contra os mogadorianos, de quem ainda fogem para salvar a própria vida. Enquanto isso, a Número Sete está escondida em um convento na Espanha, acompanhando pela Internet notícias sobre John. Ela se pergunta onde estão Cinco e Seis, imaginando se um deles é a garota de cabelo preto e olhos cinzentos de seus sonhos, cujos poderes vão além de tudo o que ela já imaginou, aquela que tem a força necessária para reunir os seis sobreviventes.



PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“Meu nome é Marina, a que vem do mar, mas levou muito tempo até que eu fosse chamada assim.”

RESENHA:
Segundo livro da saga OS LEGADOS DE LORIEN, para ler o livro anterior, clique:

Hum, esse livro me levou a loucura, como pode ter ótimos capítulos misturados com alguns tão ruins? E como tanta gente que está sendo perseguida pode ser tão burra, #MeuDeusSeJogaDaPonte

Tenso, é a palavra que define este livro, pois ele é narrado pela Sete que coitada apesar de tentar engajada na batalha para se salvar e seu planeta – Lorien, mas sua Cêpan, peguei um ódio dela que vou te falar, se pudesse entrava no livro e batia nela. O que acontece? A coitada não aprende nada do seu legado, pois a Cêpan e ela estão escondidas em um convento e acabam relaxando.

Já a outra parte, continuamos com o trio – Sam, Seis e Quatro – e como eles estão se virando para tentar se proteger, fugir da polícia e dos Mogs. E aos poucos na fuga deles, aprendemos mais dos legados de cada um, onde podem estar os outros números e como a Seis se virou.

Antes de ler este livro, eu li o spin-off – The Lost Files: Six’s Legacy, ele fala da Seis e como ela conseguiu desenvolver seus poderes e escapar dos Mogs até chegar ao Quatro no livro 1. Mas em O Poder dos Seis, ela conta uma versão mais resumida para Sam e Quatro.

O lado bom do livro, foi que como acompanhamos duas versões – A de Sete e a de Quatro, percebemos que nem eles mesmos sabem tanto assim do planeta Natal, dos seus legados, do que eles estão fugindo na verdade e porque os Mogs querem matá-los. Então aprendemos mais com eles, coisa que ficou faltando no livro anterior.

Porém a paixonite de Quatro por Sarah e a solidão de Sete acabam atraindo os Mogs até eles, porque serei sincera, muita gente burra junto. Sabe quando você já sabe que aquilo vai acabar em lambança? É, mesmo assim eles fazem o que não devem, e eles sabem que não devem fazer e esse mimimi de ah, mas e dái, eu preciso ver, sentir, participar e etc... Me irritou bastante.

Acredito que sim, o próximo livro deve ser bom, porque no final teve algumas revelações mega interessantes, algumas mudam até a ideia que tivemos originalmente e promete mais lutas do que teve nesse. O nome do próximo é The Rise of Nine.

Tóxico


Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários