POISON BOOKS - Destinos Cruzados (Elizabeth Chandler)



Autor: Elizabeth Chandler
Editora: Novo Conceito
Publicação: 2011
Páginas: 286                                                                                
Capítulos: 26
Tema: Jovem-Adulto, Sobrenatural, Anjos

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Um ano se passou desde que o namorado de Ivy, Tristan, morreu. De lá para cá, ambos seguiram em frente – Tristan para o outro lado da vida e Ivy para o doce e adorável Will. Agora, ela espera somente esquecer o horror do passado, deitar-se na praia com um copo de limonada e sair com seus amigos. Mas então, um acidente de carro põe fim à vida de Ivy. Enquanto ela flutua no além, se deparando com a vida que ela deixou para traz, Tristan a faz retornar a vida com um beijo apaixonado. Ivy acorda no hospital, cercada por Will e sua família, mas tudo o que ela consegue pensar é no amor que perdeu. Mas não são apenas as lembranças de Ivy que voltaram do passado. E dessa vez ela não tem certeza de que o amor possa salvá-la.



PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“Ouçam, é tão estranho.”

RESENHA:
Para conhecer os livros anteriores, clique:

Vocês acompanharam aqui a trilogia e eu particularmente achei que ela terminou de um jeito bonitinho, dentro do que tinha na história apresentada, a autora foi bem feliz no final. Por isso quando li que teria um quarto livro, fiquei com um pé atrás e sendo sincera, não achei que o gancho criado quase 15 anos depois foi bom que justificasse mais um livro ou uma nova trilogia.

Para quem leu o último livro, sabe que há algumas mortes e o link que a autora cria é que quase depois de 1 ano da morte de Tristan, Ivy e seus amigos vão para um lugar de veraneio e usam o tabuleiro Ouija, mas acabam liberando um espirito.

A história continua com Ivy não querendo deixar Tristan ir e a culpa se alterna nela. Já Will e Beth, seus melhores amigos continuam ao seu lado para ajudá-la, mas um rapaz novo e sem memória ganha a atenção de Ivy rapidamente. Seus amigos acham que pode ser o tal espírito do tabuleiro, mas ela acredita que o menino seja Tristan.

Achei mais do mesmo, e o pior de tudo foi a autora manter Will com Ivy, porque claramente ela não dá a mínima para o rapaz. Não entendi porque ela criou esse vinculo entre eles, a história fica estranha e quando o novo rapaz surge, é como se ela nunca tivesse com Will.

De um modo geral achei que a história não tinha profundidade. É como se ela sempre estivesse no raso, tem alguns momentos que até há certo mistério ou algo que te faz pensar que agora sim ela vai emplacar, mas depois volta a ser a mesma coisa.

Os outros personagens que aparecem são meros coadjuvantes, pois eles não são significativos para a história. Preferia que ela falasse mais de Will e Beth, até a outra anjinha/alma parece estar chateada com a Ivy e dou razão a ela.

Não sei mais quantos livros a série vai ter, mas o 5 chega nos EUA em março/2012 o nome é Everlasting (Infinito/Eterno), agora se vai ser o último nunca se sabe, já que antes também foi assim e ela resolveu voltar com a série.

Tóxico


Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários