POISON BOOKS - Banidos (Sophie Littlefield)

Em 12 dezembro 2011


Autor: Sophie Littlefield
Editora: Underworld
Publicação: 2011
Páginas: 238                                                                                
Capítulos: 27
Tema: Jovem-Adulto, Sobrenatural

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Não há muitas coisas pelas quais valha a pena viver em Gypsum, Missouri, ou Trashtown, como os garotos ricos costumam chamar o bairro decadente onde mora Hailey Tarbell, dezesseis anos. Hailey acha que nunca vai se ajustar, nem com os garotos populares da escola, não com os rejeitados, nem mesmo com a avó cruel e doente que vende drogas no porão de sua casa. Hailey não conheceu a mãe, já morta, e não tem idéia de quem era seu pai, mas pelo menos ela tem o irmão adotivo de quatro anos de idade, Chub. Quando fizer dezoito anos, Hailey planeja levar Chub para longe de Gypsum e começar uma nova vida onde ninguém possa encontrá-los. Mas quando uma colega se machuca na aula de ginástica, Hailey descobre o dom de cura que ela nunca soube possuir e que não pode mais ignorar. Ela não só é capaz de curar, como pode trazer de volta à vida pessoas que estão morrendo. Confusa com seus poderes, Hailey procura respostas, mas encontra apenas mais perguntas, até que uma misteriosa visitante aparece na casa de sua avó alegando ser Prairie, sua tia. Há pessoas dispostas a tudo para manter Hailey em Trashtown, vivendo um legado de desespero e sofrimento. Mas quando Prairie defende Hailey e Chub de invasores armados que invadem a casa de sua avó no meio da noite, Hailey precisa decidir onde colocará sua confiança. Serão o passado de Prairie e o segredo que ela enterrou há muito tempo, e que a levou a deixar Gypsum anteriormente, capazes de arruinar todos eles? Porque, como Hailey vai descobrir logo, seu poder de curar é apenas o começo. Este suspense emocionante da escritora Sophie Littlefield traça um caminho de uma pequena cidade do Missouri até a cidade grande, enquanto Hailey enfrenta um mal maior do que ela jamais imaginou e descobre poderes que nunca soube que tinha.




PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“Quando eu tinha oito anos, assistentes sociais finalmente obrigaram minha avó a me mandar para escola.”

RESENHA:
Banidos é daquele livro que leva algum tempo para deslanchar, ao mesmo tempo que o mistério faz parte da história e deixa interessante, no início ele tem tanto mistério que nós nem entendemos do que ele se trata.

A fórmula até que é meio batida, menina que não se encaixa, cidade do interior, pais que sumiram, ela se sente meio órfã. Mas Hailey é tudo isso e um pouco mais, ela foi criada pela avó. Que diga-se de passagem a coroa é doida, sério, acho que só não vendeu a neta para exploração sexual porque não achou que ninguém que pagasse o preço que ela queria.

Mas a vida de Hailey e as descobertas dos mistérios começam a ser explicados quando a colega de classe se machuca e ela meio que descobre que tem poderes de cura. Aí tudo vai ladeira abaixo. E as pessoas que hoje a olham torto na verdade pertencem a um grupo antigo, com poderes e farão de tudo para manter na pequena cidade.

E ao mesmo tempo a descoberta de seus dons podem render para outras pessoas uma quantidade de dinheiro e poder além do que podemos imaginar. Ela deve acreditar em quem? E o que fazer quando seu dom pode ser uma maldição?

A história é boa, ela vem devagar e vai ganhando ritmo, tudo bem que ate entender do que se trata e o porque do nome do livro ficamos meio frustrados, mas depois até que faz sentido e a situação tão misteriosa justifica.

Mas não tem como não falar dos erros e diagramação, isso foi uma das coisas que mais me fizeram parar e precisar voltar na história porque eu simplesmente não conseguia compreender o real sentido da frase ou se era ou não dialogo. Isso fez meu ritmo de leitura cair muito e voltar muitas vezes algumas paginas ou reler as frases adaptando o que deveria ser o certo para fluir na história.

A série é uma trilogia (pelo menos por enquanto) e o livro 2 já tem nome – Unforsaken – e acredito que deve sair até o meio do ano que vem aqui no Brasil.

Tóxico


Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.