POISON BOOKS - Frente de Tempestade (Jim Butcher)



Autor: Jim Butcher
Editora: Underworld
Publicação: 2011
Páginas: 338                                                                                
Capítulos: 27
Tema: Adulto, Sobrenatural

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Harry Dresden é o melhor no que ele faz. Bem, tecnicamente, ele é o único a fazer o seu trabalho. Quando a polícia de Chicago tem problemas com um caso que transcende qualquer capacidade e criatividade de meros mortais, eles vão até Harry para conseguir respostas.O mundo na verdade é cheio de coisas mágicas e estranhas e a maioria delas não se dá muito bem com humanos. É nessa hora que Harry é chamado. Afinal, apenas um mago é capaz de capturar – bem, qualquer tipo de coisa. Existe apenas um problema. Os negócios, para ser bem claro, geralmente não cheiram muito bem. Então quando a polícia o chama para desvendar o caso de um duplo homicídio cometido utilizando magia negra, Harry já sonha com os dólares que ganhará. Mas onde existe magia negra envolvida, existe sempre um mago por trás dela. E agora esse mágico conhece o nome de Harry. É então que as coisas começam a ficar um pouco… interessantes.



PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“Ouvi o carteiro se aproximando meia hora mais cedo do que o de costume.”

RESENHA:
Para quem gosta de assistir essas séries de investigação, onde a polícia usa um personagem que tem um dom paranormal – fala com os mortos, desfaz bruxarias, vê coisas no passado – enfim, aqui no livro o bruxo Harry ‘ajuda’ a polícia de Chicago, ajuda mais ou menos, porque a polícia não acredita tanto assim nessa ajuda extra.

Gosto de caras narrando, sempre espero umas sacadas mirabolantes e sem mimimis que existem nas meninas, mas como o personagem principal é um pouco mais velho (minha faixa etária) achei que seria mais intrigante.

Nenhum dos personagens me fisgou, mentira, o que me fisgou foi uma essência que habita um crânio - Bob, nem posso chamá-lo de personagem, mas é o que tem as melhores tiradas da história. É que o Harry tenta ser engraçado, mas acaba sendo chato.

A história tem uma 2 partes, uma é a investigação que começa logo no início e aos poucos percebemos que magia negra está envolvida e toda vez que isso acontece, Harry sabe que há um mago negro envolvido e a outra é o passado de Harry que é bem obscuro, o autor não entrega muito, mas pouco a pouco ele conta porque Harry vive vigiando suas costas.

Acho que esperei mais do livro do que deveria. Os momentos de investigação e até as amarrações das pistas são interessantes, mas não rola aquela ânsia por mais. Eu senti que se a história acabasse no primeiro livro (o que não acontece) seria normal. E isso é ruim em uma saga. E ela é grandinha, são até agora 14 livros, mas lá fora há um seriado (tipo desses que só achamos em DVD), acho que tem mais potencial.
  

Tóxico



Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários