POISON BOOKS - Hex Hall (Rachel Hawkins)



Autor: Rachel Hawkins
Editora: Galera Record
Publicação: 2011
Páginas: 303                                                                                
Capítulos: 32
Tema: Jovem-Adulto, Bruxas, Sobrenatural

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Há 3 anos, Sophie descobriu que não é uma menina como as outras. Ela é uma bruxa e, até agora, isso só lhe trouxe alguns... arranhões! Sua mãe fez tudo o que pôde para ajudar: leu o que conseguiu encontrar sobre bruxas, fadas e magia; procurando consultar o pai ausente de Sophie — um poderoso feiticeiro europeu — só quando necessário. Até que a menina atrai atenção além da conta depois de um feitiço de amor poderoso demais... E é seu pai que define a sentença: Sophie deve ir para Hex Hall, um reformatório afastado de tudo e de todos que está sempre de portas abertas para receber qualquer “prodígio” que saia da linha — ou seja, além de bruxas como Sophie, fadas, metamorfos etc. E a tendência de Sophie para encrencas não decepciona. Já no fim do primeiro dia, ela acumula problemas: três poderosas inimigas que mais parecem supermodelos, uma fantasma que cisma em persegui-la, uma paixonite idiota pelo feiticeiro mais charmoso da escola — e ele tem namorada, mas como Sophie poderia saber? Para piorar, sua companheira de quarto é a pessoa mais odiada do campus, e a única vampira entre os alunos... Sim, os sanguessugas não têm boa fama, e uma série de ataques a estudantes acaba fazendo da única amiga de Sophie a suspeita número um na mira do Conselho e da direção da escola. Isso não é tudo, e Sophie precisa se preparar. Uma antiga sociedade secreta determinada a destruir todos os prodígios, inclusive e principalmente ela, parece estar mais próxima do que nunca de Hex Hall. Sophie terá de descobrir, do que sua magia é capaz e, sobretudo, suas origens e quem ela é de verdade. 



PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“– Que tal?”

RESENHA:
Vira e mexe o mundo da bruxaria invade nossos domínios e sempre rola comparações, principalmente quando várias coisas me fizeram lembrar de um certo bruxinho famoso...

Ok, vamos por partes. O livro encara a bruxaria de uma forma um pouco diferente e com muito senso de humor, acho que vai ser difícil ler as páginas e não ficar rindo sozinho, principalmente com a quantidade de piadinhas existentes.

A personagem principal sabe que é uma bruxa desde os 12 anos, porém nunca foi atrás de mais informações, meio que ficou anestesiada por conseguir fazer pequenos truques, mas ao tentar fazer um feitiço de amor algo dá errado e ela acaba indo para no Hex Hall, ou melhor no Hecate Hall.

No colégio ela aprende mais sobre magia, seus inimigos e as famosas brigas de escola. Peço desculpas para quem amou a história (eu gostei, ok?! Antes que queiram me matar, rs), mas a semelhança com Harry Potter é meio inegável, há muitos outros seres coabitando o colégio. Por ex: os vampiros são professores e/ou alunos e não servos ou figuras escondidas como em HP, o lance dos fantasminhas que assombravam a escola é mega evidente.

Apesar de muitas semelhanças quero fazer uma reclamação, porque esse lance de cemitérios estranhos nos arredores das escolas? Este ponto me lembrou Fallen e seu anjo com a espada. Parece que sempre tem de cair para um lado sombrio no cemitério para ter emoção....rs

O desenrolar da história as vezes é um pouco lento, a menina não sabe nada sobre este mundo e muitas vezes é enganada pelas ‘amigas’, mas mais próximo do final do livro a autora soube fazer um giro interessante e até teve um final um pouco surpreendente.

Não sei o que devo esperar da série, acredito que se nos próximos a autora pelo menos mantiver o bom humor deste livro, vai ser daquelas séries que achamos divertidas de ler e queremos saber em que apuros a protagonista vai se envolver!!

Tóxico

Compre Aqui – Compare Preços:



Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários