POISON BOOKS - Graceling (Kristin Cashore)



Autor: Kristin Cashore
Editora: Rocco
Publicação: 2011
Páginas: 491                                                                                
Capítulos: 39
Tema: Jovem-Adulto, Fantasia

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Em seu livro de estreia, Kristin Cashore leva os leitores para o incrível mundo dos sete reinos, onde vive Katsa, uma jovem guerreira que descobre ter uma habilidade extraordinária: o dom de matar. Combinando elementos de fantasia e romance, a autora retrata habilmente as descobertas e as angústias da garota, evitada e temida pelo seu dom. A jovem guerreira Katsa tem olhos de cores diferentes: um azul e outro verde. Esta peculiaridade não ressalta apenas a beleza da jovem, mas também a marca de um verdadeiro graceling, alguém com um dom extraordinário. Alguns são excelentes nadadores, dançarinos, cozinheiros, matemáticos. Mas o dom de Katsa é diferente e único: ela possui a habilidade de lutar e matar. Por causa disto, é usada como assassina pelo cruel rei de Middluns, o seu próprio tio. Consumida pela culpa, Katsa cria o Conselho, uma confraria, a partir da qual passa a promover missões secretas para prevenir injustiças e lutar pela liberdade. Combinando elementos de fantasia e romance, Cashore retrata habilmente as crises, descobertas e angústias de Katsa. Evitada e temida pelo seu Dom, a jovem luta com questões de liberdade, verdade e lealdade enquanto tenta sair do domínio maligno de seu tio. Uma tarefa complicada para quem cresceu sem muitos amigos. A reviravolta na vida de Katsa começa quando conhece um misterioso jovem, durante uma missão de resgate orquestrada pelo Conselho. De volta para Middluns, Katsa descobre que Pó é o mais jovem dos herdeiros do reino de Lienid, neto do ancião que resgatou e também um Graceling. Diferentemente dos outros, Po não a teme e se mostra capaz de olhá-la nos olhos. E com o seu misterioso dom, parece ser o único capaz de enfrentar Katsa em combate. Juntos, os dois Graceling partem numa aventura para encontrar o responsável pelo sequestro do avô de Po e descobrem muito mais do que esperavam sobre seus dons, suas vidas e sobre o futuro de todos os 7 reinos. Com uma escrita elegante e personagens inesquecíveis, Kristin Cashore cria uma fantasia empolgante, uma aventura que desafia a própria morte, e uma belíssima história de amor. 




PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“Naquelas masmorras a escuridão era completa, mas Katsa trazia um mapa em sua cabeça.”

RESENHA:
Ter um dom é algo bom ou ruim? Provavelmente você vai dizer que depende; aliás depende do dom, de onde possa (ou não) utilizá-lo e principalmente quem detém o mesmo.

Ao começar a ler Graceling você é transportado para algo entre a Terra Média (Senhor dos Anéis) e o mundo de Guerra dos Tronos, pois é um mundo diferente, também dividido em reinos e cada parte é tão incrivelmente maravilhosa que só mesmo na fantasia para criar algo tão belo e intrigante.

Nesses reinos há um grupo diferente e raro, eles são conhecidos como Gracelings ou agraciados e são reconhecidos pelos olhos de diferentes cores. Assim que as crianças são confirmadas como gracelings, elas são entregues ao rei e ele escolhe o destino das mesmas, uma usarão seus dons para beneficiar o reino, outras voltarão para casa pois podem possuir dons não muito úteis e outras que bem, melhor não comentar.

Nós acompanhamos Katsa, ela é uma agraciada, foi descoberta como tal ainda menina, quando por acidente ela mata uma pessoa e desde então o rei (tio dela) a usa como sua assassina particular. Ela quem vai cumprir as ordens de matança do rei.

Todos sempre a olham com medo, quando menina nunca teve amigos, afinal ela era capaz de matar, nunca conheceu o amor e as poucas pessoas que lhe deram carinho e ao longo da história há esse debate “o que eu sou?”, “Sou um produto do meio?” e “O que as pessoas afirmam é verdade?”. Há muitas perguntas para Katsa responder, principalmente quando conhece o príncipe Po.

Apesar de também ser agraciado, Po sempre foi amado e não tem as mesmas dúvidas que ela. Os dois se completam, ela pode ser forte e destemida, mas não conhece muitas coisas da vida, já Po é o lado ‘humano’ da dupla, as belas palavras ditas, os momentos que ele faz com que ela mude de pensamento ou pense de outra forma. Quando os dois estão juntos (não falo romanticamente) tudo é tão intenso e carregado de sentimentos.


– E agora estou pensando – ele continuou – como é que você não percebe que seus olhos me prendem, tal como os meus prendem a você. Eu não posso explica isso, Katsa, mas você não deveria deixar isso embaraça-la. Pois nós dois estamos tomados pela mesma... tolice.
Pág: 188/189


Porém na jornada deles há muitos perigos, principalmente um envolvento a família de Po. Durante a jornada, tudo que eu disse acima começa acontecer. Trocas de experiências de vida, confidências e todos os momentos de decisões na vida.

O livro faz parte de uma trilogia e coincidentemente todos eles falam de personagens femininas, mas não necessariamente o mesmo tempo/reino. Os próximos livros são Fire e Bitterblue.

Extremamente Venenoso
  
Compre Aqui – Compare Preços:



Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.


PS: Para galera do Rio, dia 18/set terá evento deste livro na Saraiva do shopping Rio Sul, eu e a Iris  (Literalmente Falando) estaremos esperando vocês para falar sobre o livro ;)

Share:

0 comentários