POISON MOVIES - Meia Noite em Paris



Título no Brasil:  Meia-Noite em Paris
Título Original:  Midnight in Paris
País de Origem:  EUA/Espanha
Gênero: Comédia Romântica
Ano de Lançamento:  2011
Duração: 100 mim
Estréia no Brasil: 17/06/2011
Estúdio/Distrib.:  Paris Filmes
Direção:  Woody Allen

SINOPSE:
Gil (Owen Wilson) sempre idolatrou os grandes escritores americanos e quis ser como eles. A vida lhe levou a trabalhar como roteirista em Hollywood, o que se por um lado fez com que fosse muito bem remunerado, por outro lhe rendeu uma boa dose de frustração. Agora ele está prestes a ir a Paris ao lado de sua noiva, Inez (Rachel McAdams), e dos pais dela, John (Kurt Fuller) e Helen (Mimi Kennedy). John irá à cidade para fechar um grande negócio e não se preocupa nem um pouco em esconder sua desaprovação pelo futuro genro. Estar em Paris faz com que Gil volte a se questionar sobre os rumos de sua vida, desencadeando o velho sonho de se tornar um escritor reconhecido.




RESENHA:
Pelo título aposto que você também está pensando que é um filme mega romântico e que deve ser daquele tipo que só tem graça assistir acompanhado, certo? Não que ele não possa ser visto acompanhado, mas o romance não é o foco deste filme.

Também entrei no cinema achando que a dobradinha – Cidade Luz + título sugestivo – seria igual a quase 2hs de romance sem fim, mas fui positivamente surpreendida, pois o filme se foca em escolhas e a nossa mania de achar que outro tempo sempre é melhor do que o presente. Aquele famoso viver no passado que muita gente tem.

O filme conta sobre um escritor de roteiros de Hollywood que já morou por algum tempo em Paris e está escrevendo um livro. Só que ele não deixa ninguém lê e está frustrado com a sua atual situação – escrever roteiros, prestes a se casar e definitivamente ele não quer mais viver nos EUA, mas a noiva insiste em ficar por lá.

O sonho impossível dele é viver na Paris dos anos 20 com todo aquele glamour do início do século, seus pensadores/escritores e a pompa toda que lemos nos livros de História. E é a partir desse desejo de que nunca estamos satisfeitos com o presente/ onde estamos que o filme gira. O que você faria se pudesse ir para tal lugar? Como reagir?

O filme mostra esses sentimentos conflitantes do personagem e a descoberta de um momento maravilhoso para ele. Que são bons motivos de risos e deixa o clima leve e descontraído. Principalmente quando situações que ele nunca imaginou começam a acontecer e ele fica com aquela cara de paisagem.

A pergunta que fica é: Você está satisfeito com o momento que vive ou gostaria de viver em outra época? E o mais importante é: Por quê? Será que você é daquelas pessoas que vivem no passado?

Totalmente recomendado, até agora não conversei com ninguém que não tenha gostado do filme. Ele não tem uma pegada muito de ação, mas é perfeito para nos fazer pensar.


Extremamente Venenoso








Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários