POISON BOOKS - O Sussurro Mais Sombrio



Autor: Gena Showalter
Editora: Harlequim
Publicação: 2011
Páginas: 398                                                                             
Capítulos: 28
Tema: Romance, Mitologia

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Ao perseguirem os Caçadores, seus inimigos, a fim de descobrirem o esconderijo dos artefatos com o poder de destruir seus próprios demônios, os Senhores do Mundo Subterrâneo chegaram a uma sala onde estava sendo desenvolvido um projeto maligno: a destruição total das hárpias. Durante o resgate das imortais, Sabim foi atraído por Gwen, cuja doce beleza ruiva encobria uma natureza feroz, agressiva... e letal. Embora sua hárpia a transformasse em uma fera com presas e garras, Gwen era a rainha da timidez, não uma típica imortal audaciosa, ativa e perseguidora. Inspirado por essa condição, Sabin intuiu que ela poderia ser uma arma poderosa na luta contra os Caçadores. Um jogo perigoso... Mas outros eram os planos da hárpia de Gwen... e estes talvez neutralizem as dúvidas lançadas pelo demônio de Sabin...




PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“Sabin, possuído pelo demônio da Dúvida, estava nas catacumbas de uma antiga pirâmide, ofegando, suando, as mãos completamente encharcadas com o sangue de seu inimigo, o corpo ferido e contundido enquanto observava a carnificina à sua volta.”

RESENHA:
Esta resenha faz parte de uma saga, já conferiu as outras resenhas antes?

E finalmente chegamos ao livro 4 e o guerreiro da vez é Sabin, o guardião da Dúvida. A partir deste livro a autora começa a inserir outros seres da mitologia grega nas histórias, aqui teremos Gwen, uma harpia que estava em poder dos Caçadores.

As buscas dos Senhores por indícios dos objetos deixados para trás para localização da Caixa de Pandora continuam à todo vapor, e isso faz com que eles comecem a se dividir e ir atrás das pistas que aparecem aqui e ali, quando digo isso me refiro a qualquer parte do mundo. Mas como os Caçadores sempre estão em Budapeste, a maior parte do livro se concentra na fortaleza.

Mas vamos nos concentrar na parte ‘caliente’ do livro que é o romance entre Gwen e Sabin, porque a coisa é bem diferente de todos os outros mostrados até agora. Primeiro porque ela é um ser mitológico e tem um passado um pouquinho tenso e por ser diferente ela tem hábitos que na maioria das vezes enlouquecem Sabin e deixa tudo mais engraçado. E nem preciso comentar que quando Anya, a deusa da Anarquia resolve ajudar é aí que o caos surge.

Aos poucos a autora vai revelando novos problemas e dilemas para os senhores e o drama que envolve a busca pela Caixa. E com esses novos seres mitológicos que surgem, também entendemos melhor o passado deles, da época em que estavam no Olimpo e os motivos de estarem nessa confusão. Até porque Cronos agora está no poder no Olimpo e tudo saiu dos eixos.

Eu gosto dessa saga, pelas duas partes – o lado ‘caliente’ e o lado da história, primeiro porque adoro mitologia grega então nada como juntar o útil ao agradável e aguardo ansiosamente a continuação e como cada guerreiro vai terminar e quem serão suas almas gêmeas (ok, as vezes eu também sou romântica...=]).

Venenoso

Compre Aqui – Compare Preços:





Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários