POISON BOOKS - Louco aos Poucos (Libba Bray)



Autor: Libba Bray
Editora: iD
Publicação: 2010
Páginas: 591                                                                              
Capítulos: 51
Tema: Ficção, Jovem-Adulto,

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Cameron Smith tem 16 anos e foi diagnosticado com a chamada "doença da vaca louca". Ele vai morrer. Um encontro com Dulcie, uma garota-anja-punk, o convence a partir em busca da cura. De quebra, ele terá apenas de salvar o mundo. Como ajudantes, terá Gonzo, um garoto anão neurótico, e Balder, um deus viking aprisionado no corpo de um gnomo de jardim. Junte-se a eles numa viagem repleta de questões profundas - e rasas também - que mostram que a vida não passa de uma jornada psicodélica que vale a pena.




PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“O melhor dia da minha vida foi quando tinha 5 anos de idade e quase morri na Disney.”

RESENHA:
Difícil falar deste livro, não sei se estava esperando demais dele ou a sinopse me fisgou e quando comecei a ler a história não fez jus ao que estava na contracapa ou se simplesmente o contexto geral (história + personagem + narrativa) não me agradaram. A verdade é que foi difícil, mega hiper difícil ler este livro.

Foi uma leitura arrastada, vários livros passados na frente e eu me perguntava – porque ainda estou lendo isso? – Fiquei muito perto de desistir e deixar de mão, se me perguntar agora porque não larguei o livro, não saberei te responder, talvez realmente eu goste de falar do livro lido, até para falar mal de algo é preciso conhecer.

A história em si já é um pouco louca, Cameron tem uma doença incurável e sabe que vai morrer, mas ele pode ser a chave para salvar o mundo e mudar tudo. Até aí vale, mas as pessoas que o acompanham nessa viagem sem muito sem-noção e durante toda leitura me perguntei o que realmente eles estavam fazendo ali. Porque não acrescentam nada à trama.

Um dos problemas foi na hora da tradução de algumas piadas, porque elas são engraçadas em inglês (tem a ver com coisas e lugares, nomes engraçados ou que se falados de outra forma fazem um link engraçado), mas quando teve a tradução para o português a piadinha se perdeu e é preciso recorrer as notas de tradução, e cá entre nós, piada que precisa de explicação deixa de ser piada.

Não vou dizer que todo o livro foi ruim, um ou outro momento da história foi interessante ou inesperado mas isso é 20%, de modo geral não me cativou e era uma história que tinha tudo para ser divertidamente louca e não arrastada.

Os personagens que aparecem ao longo da narrativa de certa forma até tem algo a acrescentar (não na vida de Cameron), mas na nossa vida de modo geral, frases de efeito e explicações para um ou outro momento da nossa vida.

Para quem vai encarar o livro, meu conselho é paciência e muita calma ao ler o livro, pois provavelmente você vai passar alguns livros na frente (aconselho a ler os fininhos e legais) e não se preocupe, devagar e sempre chegaremos lá.



Suave Veneno
Compre Aqui – Compare Preços:





Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários