POISON BOOKS - Lonely Hearts Club (Elizabeth Eulberg)


Autor: Elizabeth Eulberg
Editora: Intríseca
Publicação: 2011
Páginas: 238                                                                             
Capítulos: 38
Tema: Jovem-Adulto, Romance

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Penny Lane Bloom cansou de tentar, cansou de ser magoada e decidiu: homens são o inimigo. Exceto, claro, os únicos quatro caras que nunca decepcionam uma garota — John, Paul, George e Ringo. E foi justamente nos Beatles que ela encontrou uma resposta à altura de sua indignação: Penny é fundadora e única afiliada do Lonely Hearts Club — o lugar certo para uma mulher que não precisa de namorados idiotas para ser feliz. Lá, ela sempre estará em primeiro lugar, e eles não são nem um pouco bem-vindos. O clube, é claro, vira o centro das atenções na escola McKinley. Penny, ao que tudo indica, não é a única aluna farta de ver as amigas mudarem completamente (quase sempre, para pior) só para agradar aos namorados, e de constatar que eles, na verdade, não estão nem aí. Agora, todas querem fazer parte do Lonely Hearts Club, e Penny é idolatrada por dezenas de meninas que não querem enxergar um namorado nem a quilômetros de distância. Jamais. Seja quem for. Mas será, realmente, que nenhum carinha vale a pena?




PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“Quando tinha 5 anos, caminhei até o altar com o homem dos meus sonhos.”

RESENHA:
Você tem ‘problemas’ de relacionamento? É daquelas (es) que quando começa a namorar se esquece de todos a sua volta e só se lembra das pessoas se levar ‘o pé na bunda’? Então esse livro vai te ajudar um cadim.

Panny Lane ganhou este nome porque os pais são fãs do quarteto de Liverpol, elas e as irmãs foram batizadas com os nomes das canções dos Beatles e num momento de total ‘loucura’ ela decide que nunca mais vai namorar e cria o Lonely Heart Club, nome baseado numa das canções dos rapazes.

Mas a criação deste grupo pode trazer mais problemas do que ela e suas amigas pensam, principalmente quando a máxima – você não pode largar suas amigas pelo seu namorado – entra em jogo, aí cabe as meninas tentarem entender porque fazem isso e os meninos começam a perceber que este clube pode trazer complicações para vida deles.

O livro é muito leve e rápido de ler, praticamente em 3hs eu devorei suas páginas, divagações de meninas com 16 anos que acreditam que com um ‘eu juro solenemente...’ tudo vai se resolver. Mas as confusões começam quando a presidente do clube esquece de dizer para seu coração que ele não pode se apaixonar enquanto ela estiver na escola.

Antes de começar a ler, lia muitas informações que ligavam este livro aos Beatles de uma maneira quase sureal, e não é bem assim. A personagem é fãs dos Beatles meio que de tabela, porque seus pais sempre foram fãs e ela e as irmãs cresceram ouvindo as músicas e sabendo mais deles. Inclusive achei que há poucas referências à eles, exceto pelas mais óbvias.  

Discussões sobre os Beatles a parte, Lonely Hearts Club é daqueles livros que é divertido de se ler, pode não mudar o mundo mas enquanto estiver lendo com certeza vai ficar com aquele sorriso bobo no rosto e se você tiver mais de 16 anos, com certeza vai se lembrar de todos os momentos onde já jurou não fazer várias coisas inclusive ‘se meter’ com os garotos (ou garotas se for menino) e se não tem, aproveita e já entre no mantra ‘eu não vou abandonar meus amigos por nenhum namorado’.

Tóxico

Compre Aqui – Compare Preços:



Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários