POISON BOOKS - Destino (Ally Condie)


Autor: Ally Condie
Editora: Suma de Letras
Publicação: 2011
Páginas: 239                                                                             
Capítulos: 32
Tema: Ficcção, Jovem-Adulto

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Cassia tem absoluta confiança nas escolhas da Sociedade. Ter o destino definido pelo sistema é um preço pequeno a se pagar por uma vida tranquila e saudável, um emprego seguro e a certeza da escolha do companheiro perfeito para se formar uma família. Ela acaba de completar 17 anos e seu grande dia chegou: o Banquete do Par, o jantar oficial no qual será anunciado o nome de seu companheiro. Quando surge numa tela o rosto de seu amigo mais querido, Xander - bonito, inteligente, atencioso, íntimo dela há tantos anos -, tudo parece bom demais para ser verdade.Quando a tela se apaga, volta a se acender por um instante, revelando um outro rosto, e se apaga de novo, o mundo de certezas absolutas que ela conhecia parece se desfazer debaixo de seus pés. Agora, Cassia vê a Sociedade com novos olhos e é tomada por um inédito desejo de escolher. Escolher entre Xander e o sensível Ky, entre a segurança e o risco, entre a perfeição e a paixão. Entre a ordem estabelecida e a promessa de um novo mundo.





PRIMEIRA FRASE DO LIVRO:
“Agora que descobri como voar, que direção devo seguir noite adentro?”

RESENHA:
Antes de começar a falar desse livro, posso fazer uma observação? Já repararam que no futuro seremos controlados e todos poderão decidir sobre nós?! O que faremos, onde e quando, realmente a cada livro que leio sobre o assunto começo a ficar com medo. Feios foi assim e também Jogos Vorazes e agora com Destino começo a perceber que nosso futuro será muito sombrio se isso for verdade.

Pela descrição acima já ficou claro que Destino se trata de algo que se passa no futuro e uma sociedade irá fazer escolhas por você. Ela é tão radical quanto em Feios, aqui a Sociedade controla tudo, inclusive escolheu apenas os 100 melhores de cada – 100 melhores músicas, livros, poemas e afins – e todo o resto foi destruído. Foi para o fogo e baubau, você nunca mais vai saber se em algum lugar do passado fizeram uma música doida que marcou uma geração, se ela não for uma das 100, você nem conhece.

E nessa Sociedade que controla tudo, acompanhamos Cássia, a personagem principal que no principio acha essa vida uma maravilha, deslumbrada como toda adolescente e o principal motivo é que aos 17 anos, todos os jovens são convocados para o Banquete do Par, onde será sorteado com quem você irá passar o resto da sua vida. E para alegria da menina, seu melhor amigo é sorteado, mas ao receber mais informações sobre ele – Xander – não que ela precisasse, já que são amigos. Ela descobre que as informações são de outro rapaz, que ela também conhece – Ky – e agora ela começa a perceber que a Sociedade também pode errar.

E o livro fica muito nessa situação, a personagem demora séculos para cair a ficha e se mexer, e isso enche em algumas partes, coisas que são descritas com detalhes que nem tem tanta importância acabam deixando de lado momentos que gostaria de saber mais.

O ‘romance’ de Cássia e Ky nem é daquele tipo onde ficamos...poxa larga tudo e fica com ele. Me parecem dois medrosos. Tudo bem que a Sociedade pode estar de olho e precisam fazer as coisas escondidas, mas falta algo. Emoção, eu ficaria meio P se descobrisse que o sistema que acredito sempre mentiu para mim, iria atrás de mais informações. Até porque ela tem ótimos parentes que podem explicar mais coisas.

Os capítulos finais foram onde eles começam a mudar de forma mais drástica, principalmente a Cássia. O Ky ao longo do livro explica pequenas coisas para ela, mas a ficha da menina meio que não cai, até o final. Aí ela meio que resolve agir. Me arrisco a dizer que teve um bom gancho para o livro 2, nada maravilhoso, mas deixou com a pulga atrás da orelha.

Tóxico

Compre Aqui – Compare Preços:
 Submarino – ND | Buscapé – R$ 18,00 a R$ 30,00 




Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários