POISON MOVIES - Robin Hood




Título no Brasil:  Robin Hood
Título Original:  Robin Hood
País de Origem:  EUA/Reino Unido
Gênero: Aventura
Ano de Lançamento:  2010
Duração: 148 mim
Estréia no Brasil: 15/04/2010
Estúdio/Distrib.:  
Direção:   Ridley Scott

SINOPSE:
Robin Longstride (Russell Crowe) integra o exército do rei Ricardo Coração de Leão (Danny Huston), que está em plenas cruzadas. Após a morte do rei, ele consegue escapar juntamente com alguns companheiros. Em sua tentativa de fuga eles encontram Sir Robert Loxley (Douglas Hodge), que tinha por missão levar a coroa do rei a Londres. Loxley foi atacado por Godfrey (Mark Strong), um inglês que serve secretamente aos interesses do rei Filipe, da França. À beira da morte, Loxley pede a Robin que entregue a seu pai uma espada tradicional da família. Ele aceita a missão e, vestido como se fosse um cavaleiro real, parte para Londres. Após entregar a coroa ao príncipe João (Oscar Isaac), que é nomeado rei, Robin parte para Nottingham. Lá conhece Sir Walter (Max von Sydow) e Marion (Cate Blanchett), respectivamente pai e esposa de Loxley.





RESENHA:
Há algum tempo venho observando essa tendência de vira e mexe o pessoal fazer uma refilmagem ou uma releitura dos clássicos. Talvez só tenha me dado conta disso agora porque duas ‘fábulas’ estão na mente do publico, pois em breve sai – A Garota da Capa Vermelha (Chapeuzinho Vermelho) e recentemente vi Robin Hood.

Já sabemos  que Robin é o fora da lei mais querido do mundo literário e neste filme conhecemos quem ele era antes, os motivos que o levaram a passar para o outro lado.

No filme, Robin é um excelente arqueiro e faz parte do exercito do Rei Ricardo Coração de Leão (e aí está o gancho de saber atirar flechas tão bem), mas quando o rei morre e ele volta para a Inglaterra, muitas coisas acontecem e nem todas elas são boas.

Aqui temos um pouco de tudo; história, política e um toque de fantasia que é a liga de todas essas partes. Política, pois quando Ricardo morre, deixa o reino para o irmão mais novo – João – e ao assumir a coroa, a Inglaterra começa a desandar. Na parte histórica precisamos nos situar sobre as guerras que a Inglaterra enfrenta (tanto as externas como as internas) e a França é seu maior inimigo.

Mas é na história de Robin em si que precisamos prestar atenção, pois é onde há modificações, principalmente o passado dele, que é bem diferente de algumas coisas que já li e vi em outros filmes. Mas tudo foi feito de uma forma muito legal e interessante.

Eu não tenho nada contra as novas versões ou adaptações, mesmo quando a ideia é completamente diferente da original, a única coisa que precisa é manter a coerência. Para quem sempre ficou especulando sobre a origem do mito, essa é a chance de ‘conhecer’ uma versão diferente.

Esse é um dos filmes do mês do canal Telecine, para os assinantes da rede é a chance de aproveitar para assistir. Principalmente quem tem HD.

Venenoso








Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários