POISON BOOKS - A Força do Amor (Elizabeth Chandler)


Autor: Elizabeth Chandler
Editora: Novo Conceito
Publicação: 2010
Páginas: 250                                                                                
Capítulos: 14
Tema: Juvem-Adulto, Anjos

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
"Sei que o perdi... Tristan está morto. Jamais poderá me abraçar novamente. O amor termina com a morte." Ivy
Quatro semanas se passaram desde o acidente em que Ivy Lyons perdeu Tristan, o grande amor de sua vida, e deixou de acreditar nos anjos. Os dias têm sido difíceis e para superá-los Ivy busca forças na família e nos amigos. Sua grande motivação agora é ensaiar para a apresentação de piano no Festival de Artes de Stonehill, já que Suzanne, sua amiga de infância, pensando em animá-la, fez a inscrição, mesmo contra a sua vontade.
Ainda sem saber lidar com os seus poderes angelicais, Tristan Carruthers conta com a ajuda de Lacey - um anjo mais experiente - para aprender a tocar nas pessoas, canalizar energia e voltar ao passado. Assim, os dois partem na busca por respostas para o acidente, por uma maneira de Ivy sentir Tristan e, principalmente, de mostrá-la que o acidente foi, na verdade, um assassinato.
Todo esforço de Ivy para superar a perda de Tristan é interrompido por pesadelos que a fazem reviver o dia do acidente e se misturam com fatos do dia do suicídio de Caroline, ex-mulher de Andrew, marido de sua mãe. O temor de Ivy é acalantado nos braços de Gregory, seu irmão adotivo. Angustiado pelos contínuos pesadelos da amada, Tristan decide que é a hora de fazer contato e segue seu objetivo com a ajuda de Lacey. Mas como aproximar-se de Ivy se ela não mais acreditava em anjos e ele agora era um?
O amor que os une será o canal para Tristan se aproximar de Ivy e alertá-la sobre as pessoas que estão ao seu redor. Será que todos em que ela confia são realmente seus amigos?




RESENHA:
Livro 2 da saga BEIJADA POR UM ANJO. Não leu a resenha do 1? Clique aqui.

Ok, vou fazer o possível para não dar spoilers, mas talvez um ou outro possa sair, já peço desculpas desde já, caso isso aconteça.

Vamos a sinceridade? Parece que eu continuei lendo o livro 1. Quase poderia colocar a mesma resenha para vocês e nem seria algo tão diferente assim. As mudanças? Passou-se 1 mês desde que o trágico acidente que matou Tristan aconteceu. E o meio-irmão Gregory agora consola Ivy, pois como ela, ele perdeu uma pessoa querida e entende a dor que ela sente. E c’est fini.

Sério, durante as 250 páginas nada de novo foi acrescentado na trama, é uma narrativa arrastada. A autora parece repetir várias e varias vezes sobre o assunto que já havia comentando no livro 1 ao longos dos capítulos deste livro.

Continuando gostando muito mais da Lacey, uma personagem secundária que me ganha a cada livro do que as divagações de Ivy. Aliás, Ivy você é muito chatinha filha, não é possível que nada entre na sua cabeça. Eu confesso que sou cabeça-dura as vezes, mas mesmo que eu não dê o braço a torcer na hora da discussão, quando chego em casa e fico revivendo todo o drama, penso que talvez o fulano/a tenha razão e vou pesquisar.

O que preciso confessar sobre esta saga é: pelo menos a autora faz finais interessantes, daqueles que pelo menos instiga a continuar a saga. No livro 1 ela fez isso. E no 2, ela faz novamente, mas dessa vez tem a ver com a pessoa que pode ter armado toda essa situação.

Espero que o 3 (que seria o fechamento da trilogia, ou pelo menos foi durante algum tempo) seja mais eletrizante do que foi apresentado até agora. Ou será que tudo só poderá melhorar no livro 4 que vai ser lançado no ano que vem?

Tóxico

Compre Aqui – Compare Preços:












Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários