POISON BOOKS - Cheio de Charme (Marian Keyes)


Autor: Marian Keyes
Editora: Bertrand Brasil
Publicação: 2010
Páginas: 784                                                                                
Capítulos: ---
Tema: Chick-lit, Romance

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Quatro mulheres diferentes. Um homem terrivelmente sedutor. E o segredo sombrio que conecta a todos. Esse é Cheio de Charme. A estilista Lola tem todos os motivos para chocar-se com a notícia do casamento: apesar de ser a namorada do cara, ela não é, definitivamente, a noiva. Já a jornalista Grace conheceu Paddy há muito tempo, mas por algum motivo não consegue esquecê-lo. Marnie, casada e com filhos, não tira da cabeça o político conquistador, seu amor adolescente. E Alicia, a noiva, fará de tudo para preservar seu reinado.




RESENHA:
Este livro me surpreendeu e muito. Ainda por ser um chick-lit e por ser da autora Marian Keyes, a qual seus livros despertam um estranho laço amor/ódio dos leitores. Como nunca havia lido nada dela. Achei mais justo começar a ler sem ficar me prendendo aos comentários dos livros anteriores e descobri-la a partir deste novo livro.

Esta história é intrincada e ao mesmo tempo é narrada de uma forma muito interessante. Acompanhamos 4 mulheres, mais diferente impossível, que tem suas vidas totalmente alteradas depois de uma revelação: Paddy de Courcy vai se casar!!!

E quem é Paddy de Courcy? Você me pergunta: ele é o líder da bancada do Nova Irlanda, partido fundado há três anos por Dee Rossini e outros políticos. Ele é o solteiro mais cobiçado da Irlanda, já figurou em muitos salões VIPs e namorou mulheres de tirar o fôlego.

Ou seja, nosso ‘mocinho’ é o mais gato entre os gatos do mundo...rs, e quando esta notícia começa a figurar na imprensa é claro que todo mundo ficou de queixo caído. Primeiro que ele não estava com ninguém (não publicamente) e segundo que essa imagem de ‘homem de família’ de Paddy jamais tinha passado pela cabeça de qualquer pessoa.

Começamos com Lola, uma estilista que até o anuncio do casamento era a oficial do Paddy, ou melhor, ela achava que era a oficial do Paddy, mas como eles tinham um relacionamento mais íntimo (ele preferia não mostrá-la publicamente com medo dela ficar cercada pelos paparazzis). Foi como um balde de água fria ler uma noticia dessa. Ela completamente pira. E acaba decaindo em sua carreira de estilista, o que a obriga tirar ‘uma folga’ numa cidadezinha do interior da Irlanda, onde a família de uma amiga tem uma casinha de veraneio.

Depois passamos a Grace, uma jornalista forte, que encara o ato de dar notícias como algo importante. É a mais forte das mulheres apresentadas na história. Ela é daquelas pessoas cheias de atitude, que mesmo que não queira entrar em alguma determinada situação, acaba fazendo se achar que com isso vai ajudar/salvar muitas pessoas.

Já a Marnie é a irmã gêmea de Grace, mas são completamente diferentes. Onde Grace é forte e destemida, Marnie é frágil e desde nova tem uma tendência ao suicídio. Elas conhecem Paddy da adolescência. Pois Marnie foi namorada de Paddy no 2º grau.

E por último temos Alicia, a noiva de Paddy. Ela não aparece muito na história, mas nos momentos em que aparece percebemos que ela não é exatamente uma personagem doce, como é mostrado logo no início. E com certeza ela é uma das grandes revelações do livro.

Apesar das suas quase 800 páginas, você nem sente passar. Pois a história é contada pelo ponto de vista das 4. Acompanhamos a vida delas depois do anuncio do casamento e como cada uma recebeu, mostrando como foi conviver com Paddy e suas consequências.

Este livro tratou de temas que há muito tempo eu somente acompanhava pela TV, mas a autora mostrou personagens tão completamente diferentes e interessantes que realmente merece ler a história. No início elas são frágeis e chatinhas (principalmente a Marnie, mas a Lola também entra um pouco nessa fase), mas depois elas vão amadurecendo e começamos a conhecer outros problemas.

Este é um livro bem atual, fala de tantos assuntos que achamos que nunca vai acontecer conosco. E ali está 4 mulheres tão normais quanto nós passando por aquelas situações e é onde nos perguntamos quando o amor pode ser algo ruim? E se for, saberemos dizer isso as pessoas que amamos ou vamos ficar com medo de dizer a verdade e sofrer as consequências?


Venenoso


Compre Aqui – Compare Preços:










Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários