POISON BOOKS - A Batalha do Apocalipse (Eduardo Spohr)


Autor: Eduardo Spohr
Editora: Verus
Publicação: 2010
Páginas: 586
Capítulos: 13
Tema: Lit. Nacional, Ficção, Anjos

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o dia do Juízo Final.
Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas, o dia do despertar do Altíssimo. Único sobrevivente do expurgo, o líder dos renegados é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na batalha do Armagedon, o embate final entre o Céu e o Inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro do universo.
Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heróicas, magia, romance e suspense.




RESENHA:
Uau.. anjos são os novos vampiros. Não há como negar, se em 2009 o tema do momento foram os sanguessugas com seus belos caninos e a promessa de ser bonito e eternamente jovem, em 2010 somos visitados pelos belos seres angelicais. Será que eles sempre são tão belos assim?

Começando minha empreitada pelo mundo celestial, a obra ‘A Batalha do Apocalipse’ do autor super simpático Eduardo Spohr mostra que nem sempre os seres celestiais são tão bonzinhos ou sempre vem à Terra para trazer paz e harmonia.

Ele narra um momento que está escrito na Bíblia - o temido Apocalipse. Onde na Bíblia diz que Deus criou o mundo em 6 dias e no 7º dia descansou. Mas...e se o conceito do 7º dia for diferente do que aprendemos? O que acontece depois desse ‘descanso’?

E para nos acompanhar nesta jornada nada mais justo que seguir de perto um anjo – Ablon – que foi confinado na Terra por se rebelar num momento antes da queda de Lúcifer. E pela visão dele dos grandes momentos da história da humanidade acompanhamos a eterna luta do bem x mal.

Confesso que vai ser difícil explicar este livro. Não é daqueles que estamos acostumados, pois na maioria dos livros que andam por aí, o tema de anjos é sempre relacionado a estar em contato com algum ser humano e vir aqui para ajudá-lo de certa forma. Se você espera por isso aqui, esqueça.

O livro foi dividido em 3 partes e há apenas 13 capítulos, mas entre eles há momentos que para mim foram os mais inspiradores. A história em um futuro próximo e nos dá uma terrível visão de uma possível 3ª Guerra Mundial prestes a explodir. E Ablon prevendo que o temido Apocalipse esteja próximo tem visitas inesperadas, tanto do Céu quanto do Inferno. Afinal um anjo que se rebelou contra Miguel e permaneceu vivo sempre é alguém para ser admirado.

Os capítulos relatam o momento ‘presente’ e entre eles há o passado que Ablon de certa forma presenciou, seja porque esteve diretamente ligado a alguns fatos ou apenas de passagem nos momentos decisivos da história, Eduardo descreve o mundo antigo com uma riqueza de detalhes que parece realmente que ele viveu naquele tempo, rs.

Acontecimentos importantes são citados como a destruição de Sodoma/Gomora, a Torre de Babel, a queda de Constantinopla. E claro, outros lugares importante são citados. E eu que adoro história fiquei tão mais fascinada nessas partes do que na própria batalha.

A descrição complexa do Céu e até do Inferno também é um caso a parte, me lembrou muito da A Divina Comédia (a qual nunca consegui passar do Purgatório e não me perguntem porque, depois que chego ali não consigo evoluir), todos os anjos e demônios e suas hierarquias e comandos de fato formam um grande esquema militar tão conciso e importante. Que sempre queremos saber mais um pouquinho sobre cada um, a divisão do Céu em 7 e o porque de cada um é um algo a mais e merece ler com toda atenção.

Mais o melhor de tudo é o conceito de 7 dias da Bíblia, confesso que nunca havia pensado desta forma e até que faz sentido, nesta história Eduardo fala sobre os 7 dias na verdade serem um combinado de anos ou milênios onde cada ‘dia’ aconteceu uma coisa. A Linha do tempo inclusive está no final do livro para ninguém se perder. E o tão temido 7º dia, com a volta ou não de Deus (deixo essa parte em suspenso) e o que isso muda no Céu e no ‘reino’ de Miguel.

Como todo o livro, há partes que precisam ser comentadas, não que elas sejam ruins, mas que eu levanto questões sobre a maneira como foi abordada. Na saga há pouquíssima participação do arcanjo Rafael, eu fiquei me questionando o porque disto. Sempre imaginei que se houvesse algum tipo de revolta o arcanjo estaria lá firme e forte, protegendo os humanos, mas aqui ele aparece muito pouco e quando aparece eu não foi da forma como imaginei. Isso inclusive foi questionado pelos fãs aqui no evento no Rio.


Outro assunto bem polêmico, foi o momento do nascimento/morte de Cristo. Alguns católicos mais fervorosos com certeza não vão aceitar muito este fato. Eu aceitei com ressalvas, mas dentro do contexto criado até faz algum sentido. Então quando chegarem nessa parte leia com amor e carinho.


De forma geral é um livro interessante, polêmico, daqueles que nos faz pensar e até apreciar alguns momentos melhor do que deveríamos. Além de fugir um pouco do modo como todos os anjos estão sendo tratados. Realmente aconselho a ler. Seja que você acredite no Apocalipse ou não. Essa nova safra de autores brasileiros precisa ser lida com certeza!!!

Extremamente Venenoso


Compre Aqui – Compare Preços:

Bom, deixo vocês com algumas fotinhas do evento que rolou aqui no Rio dia 05/Nov. para assistir ao vídeo, entre no blog da Etiene (Aprendiz de Cinema) nossa câmera girl oficial =)


Eduardo no palco ouvindo os fãs
Pegando autógrafo


Momento da foto oficial com autor
Blogueiras reunidas marcado presença









Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.

Share:

0 comentários