POISON BOOKS (Em Off) - Succubus Shadows + Some Girls Bite


Uau depois de nem sei mais quanto tempo, a coluna POISON BOOKS (Em Off) está de volta. Eu sei, andei pisando na bola por ter esquecido desta coluna onde procuro trazer novos livrinhos para vocês ou mesmo que fiquem de olho pela internet e afins. Mas o motivo de ter deixado esta coluna de lado foi os muitos livros que as editoras brasileiras têm lançado.

Outro dia estava numa divagação no twitter me perguntando porque os livros no Brasil eram tão caros, visto que nos EUA e em outros países era possível comprar com $9.00 um livro e mesmo que nós não fizéssemos conversão do dinheiro, o que poderia resultar em R$20,00, ainda sim... seria um sonho comprar livros por essa bagatela. Digo constantemente e não apenas em promoção.

E a divagação no twitter era: se eu compro os livros em inglês eu não estou ajudando a indústria brasileira e como consequência os livros lançados por aqui ou demoram muito para ser lançado (suas continuações) ou acabam nem vindo, pois as editoras dizem que não teve boas vendas. Enfim, uma situação complicada. Por isso raramente trago um livro, prefiro pagar para ter a versão em português (mesmo que espere um bom tempo para ele baixar). Assim, eu faço a minha parte movimentando a industria brasileira e não a americana e afins. Pode ser uma gotinha no oceano, mas não posso reclamar das editoras brasileiras e comprar todos os livros em inglês. Seria ilógico.

E você, caro leitor, me pergunta e qual é a lógica desta coluna? É para que possamos ficar de olho no que anda legal lá fora. E ainda não chegou por aqui. Afinal já ouvi de muita gente dizer que desde que a onda de tradução surgiu na internet tem comprado apenas os livros que gostou lendo a versão em ebooks, pois como os livros são caros, não quer correr o risco de comprar algo que não tenha lido ou sido comentado por aí.

Será por isso que as novas editoras possuem tantas pessoas loucas por seus futuros lançamentos? Porque a galera realmente andou lendo, gostou e espera ansiosa para finalmente ter os livros em português e em suas mãos? Eu começo a acreditar que sim.




Mas enfim, depois dessa grande divagação sobre ser ou não ser, trago os dois livros para que fiquem de olho...rs. Um deles já chegou ao Brasil com o nome de Canção da Sucubus, mas eu vou falar sobre o 5º livro desta saga – SUCCUBUS SHADOWS e o outro é novo de uma autora que já comentei por aqui também – SOME GIRLS BITE.

Às vezes penso que apenas eu acredita que a Richelle Mead dá umas vaciladas lá para o meio de suas séries. Enquanto todos os outros autores tem certo padrão, ou seu primeiro livro é muito bom e o segundo é uma droga que você quase desiste da saga. Ou o primeiro é meia boca e o segundo é tão bom que pensa – ainda bem que eu continuei porque esse autor é o cara!!!

Mas não, Richelle vem e de repente ela faz algum livro chato e sem nexo e neste caso foi o 5º da saga da Georgina Kincaid. Adoro esta saga, ela é divertida, bacana, cheia de mistérios e loucuras próprios dos demônios da luxúria. Porém, este foi arrastado. Nossa protagonista está “presa” em um mundo e não sabemos se o que ela vê é realidade ou fantasia.

Tudo bem que ela nos deu o que raramente ela conta sobre o passado da Georgina, mas confesso que fez de um jeito que ao invés de me deixar empolgada me deixou sem saber o que pensar. E depois de 4 livros, eu queria muito mais, queria altas explicações, queria acontecimentos que mostrasse a mesma ao longo dos séculos e não o que ocorreu.

E sem contar que tudo acontecer com a protagonista e como acontece já está ficando um tanto quanto repetitivo. Os outros personagens apareceram bem pouco e eu gosto tanto deles. As constantes “brigas” entre o anjo e o demônio de Seattle e toda a corja sobrenatural. Sinceramente espero que o próximo livro, Mead volte aos eixos e nos mostre uma súcubo mais súcubo e menos humana e chata.

Tóxico


Para saber mais:
Autora: Richelle Mead
Site: www.richellemead.com
Livros: 1 – Succubus Blue (este livro foi lançado no Brasil este ano)
                 2 – Succubus On Top (ou Succubus Nights)
                 3 – Succubus Dreams
                 4 – Succubus Heart
                 5 – Succubus Shadows
Sinopse do Primeiro Livro:
Quando se trata de trabalhos no inferno, ser um succubus parece bem glamoroso. Uma garota pode ser o que quiser. O guarda roupa é matador, e os homens mortais irão fazer qualquer coisa só por um toque. Garantido, eles geralmente pagam com suas almas, mas porque entrar em detalhes?
Mas a succubus de Seatlle, Georgina Kincaid tem a vida bem menos exótica. O chefe dela é um demônio gerente intermediário com uma coisa por filmes de John Cusack. 
A melhor amiga imortal dela não parou de a provocar sobre a vez que ela mudou de forma em uma Deusa Demônio completo com chicote e asas. E ela não pode ter um encontro decente sem sugar parte da vida do cara. Pelo menos o trabalho diurno dela em uma livraria local - livros grátis, e todo o moca de chocolate branco que ela puder beber, e acesso fácil ao escrito sexy de Best-selers, Seth Mortensen, aka Aquele Que Ela Daria Tudo para Tocar mas Não Pode. 
Mas sonhas sobre Seth vai ter que esperar. Algo travesso está trabalhando no subsolo dos demônios. E pela primeira vez, todo o charme dela e o delineador de cair morto não vai ajudar porque Georgina está para descobrir que existe alguma criatura lá que tanto céu quanto inferno querem negar... 





O próximo livro também tem a ver com vampiros. E num primeiro momento eu amei a atitude girl Power da personagem, me lembrou a Rose do Academia de Vampiros, onde ela fala o que quer e depois pensa no que falou. Porém, nesta saga os vampiros estão quase se mostrando ao mundo, mas podemos dizer que um ou outro já é conhecido pelo público.

Merit é uma estudante em Chigaco e num dia triste ela é atacada no campus por algum vampiro que não completa o trabalho. Para livrá-la da morte, o mestre da casa Cadogan – Ethan – a transforma em vampiro. Claro que a moça não gosta, mas o clima entre eles esquenta (em todos os sentidos) e aí as confusões começam, não só agora ela é uma vampira que nunca mais poderá ver a luz do dia, como também começa a descobrir que o mundo sobrenatural é bem mais que apenas vampiros.

Agora que ela faz parte deste mundo contra sua vontade, precisa jurar fidelidade à Ethan e dar um jeito de se manter longe de encrencas, Merit precisa provar que não só ela é capaz de resolver tudo isso como esse “dom” que ela parece possuir a faz especial e não superior como algumas pessoas acreditam.

A história é bacana, certo? Sim, a personagem tem atitude, vai a luta, fala o que quer, fala quando não precisa e se mete em grandes confusões, porém o que mais me deixou estarrecida foi o final. Sim, acho que a autora se lembrou que era uma saga e resolveu que estava na hora de acabar o primeiro livro. Ela constrói o livro maravilhosamente, mostrando alguns pontos interessantes. Mas em 2 capítulos ela acaba com a história de um jeito sem eira nem beira, que nos faz pensar – será que eu não pulei alguma coisa?

Esse é daqueles finais que você praticamente fecha o livro e pensa que o autor não tinha mais nada para escrever e resolver finalizar ali para não avacalhar de vez sua história. Ate pode ser, mas não precisava ser assim. Espero mesmo que no livro 2, tudo comece e termine melhor do que foi no primeiro livro. Até porque acredito que este deve ser aquele caso, onde o livro 1 é meia-boca e o 2 é muito melhor. Eu quero acreditar nisso (de verdade).

Tóxico



Para saber mais:
Autora: Chloe Neill
Site: www.chloeneill.com
Livros: 1 – Some Girls Bite
                 2 – Friday Night Bite
                 3 – Twice Bitten     
                 4 – Hard Bitten
Sinopse do Primeiro Livro:
Claro, a vida de uma estudante de pós-graduação não era exatamente glamourosa, mas foi por mérito. Ela estava indo bem até que um vampiro trapaceiro a atacou. Mas ele só tomou um gole antes de ter sido afugentado por outro sanguessuga - e este decidiu que a melhor maneira de salvar sua vida era fazê-la uma morta-viva.
Seu salvador era o vampiro mestre de Cadogan House. Agora, ela trocou a transpiração da sua tese de aprendizado para caber em uma mansão no Hyde Park cheia de vamps leais ao Ethan 'Lorde' Sullivan a Manor. Claro que, como um homem alto, de olhos verdes, de quatrocentos anos de idade, ele tem séculos de charme, mas, infelizmente, ele espera dela gratidão - e servidão. Mas uma alergia solar e atitude inconveniente e Ethan são a menor das suas preocupações. Alguém ainda está lá fora para pegá-la. Sua iniciação na vida noturna de Chicago pode ser o primeiro conflito em uma guerra – e não haverá sangue.





Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.


                                     

Share:

0 comentários