POISON MOVIES - Star Trek


Título no Brasil:  Star Trek
Título Original:  Star Trek
País de Origem:  EUA
Gênero: Ficção Científica
Ano de Lançamento:  2009
Duração: 126mim
Estréia no Brasil: 08/05/2009
Estúdio/Distrib.:  Paramount Pictures
Direção:  J. J. Abrams

SINOPSE:
O destino da Galáxia está nas mãos de amargos rivais de mundos bem diferentes. James Tiberius Kirk é um adolescente rebelde de Iowa sempre em busca de emoções, um líder por natureza à procura de uma causa. Spock cresceu no planeta Vulcano, excluído por ser metade humano. Ele é um aluno engenhoso e o primeiro de sua raça a ser aceito na Frota Estelar. Em sua busca para descobrir quem realmente são e o que têm a oferecer ao mundo, Kirk e Spock logo tornam-se competitivos cadetes em treinamento. Com estilos drasticamente opostos, um movido por paixão, o outro, por lógica, tornam-se adversários, fazendo de tudo para estar entre os escolhidos da mais avançada nave já criada, a U.S.S. Enterprise.






RESENHA:
Ok. Eu sou meio nerd e digo isso aos 4 ventos. Adoro um seriado e se rolar uma ficção cientifica (nada daqueles muito cabeça que eu também não consiga entender), mas umas explicaçõezinhas de um futuro sombrio ou que simplesmente alcançamos a vida fora do planeta Terra, podem contar comigo.

Este filme é ate “velhinho”, na verdade ele é uma pré-explicação? Nem sei se existe essa palavra ou acabo de criá-la, mas o novo Star Trek (filme de 2009) não é um remake ou simplesmente contar as aventuras da famosa tripulação da USS Enterprise pelo espaço, e sim mostrar como Kirk e Spock eram quando jovens.


Se vocês se lembram de Star Wars, a saga começou do filme 4, indo para o 5 e 6 e apenas recentemente foram feitos os primeiros da saga (1 – Ameaça Fantasma / 2 – Ataque dos Clones / 3 – Vingança dos Siths) e no novo filme da saga podemos ver um pouco disso.

Neste filme conhecemos os jovens James Kirk e Spock, eles se odiavam. Os dois tiveram problemas com suas vidas. Kirk era um bad boy, seu pai morreu em uma missão e ele não está feliz com isso e usa a rebeldia como válvula de escape. Já Spock é filho de uma humana (cheia de emoções e sentimentos) com um Vulcano (conhecidos por não terem nenhum sentimento). Ok – agora imagina uma criança crescer assim? Sabendo que não pode demonstrar nada e ao mesmo tempo sentindo tudo?

Aliás, falando do pai de Kirk, durante um dos momentos que o menino está levando bronca, devido ao seu jeito rebelde de ser e por não querer nada na vida, há uma frase que vale a pena destacar que é dita para ele e muda tudo na vida do garoto.


“Seu pai foi capitão por 12 minutos e salvou 800 vidas, incluindo a sua. Te desafio a fazer melhor.” 

Como o filme conta do passado de nossos personagens favoritos, nada mais justo que acompanhar a primeira viagem da USS Enterprise. O vilão que volta no tempo, e neste filme faz da vida de Kirk um inferno. Mas há coisas bem loucas que talvez a física não explique. – Em Harry Potter e o prisioneiro de Azkarban, há a máxima que você do passado não pode ver o seu eu do futuro. – Aqui isso completamente foi esquecido e ninguém fica chocado (eu completamente ficaria doida se visse a minha pessoa falando comigo #fato).

Mas para quem nunca assistiu nada dessa série (o que eu acho mega difícil), pode assistir porque não vai ficar perdido. Ele seria o filme 1, o inicio de toda a saga. Explicando a amizade dos 2 (Kirk + Spock), como foi descoberto o tele-transporte, as complexibilidades que irão aparecer ao longo dos próximos filmes e da série.

Só para conhecer mais dessa saga, que é enorme, diga-se de passagem, lá vai:
(Fonte: Wikipédia)

#SÉRIES#
- Série Original (1966-1969)
- Fase II (que acabou virando o 1º filme da saga)
- The Next Generation (1987-1994)
- Deep Space Nine (1993 – 1999)
- Voyager (1995- 2001)
- Enterprise (2001 – 2005)

#FILMES#
- 1979 > Jornada nas Estrelas: O Filme
- 1982 > Jornada nas Estrelas 2: A Ira de Khan
- 1984 > Jornada nas Estrelas 3: A Procura de Spock
- 1986 > Jornada nas Estrelas 4: A Volta para a Terra
- 1989 > Jornada nas Estrelas 5: A Última Fronteira
- 1991 > Jornada nas Estrelas 6: A Terra Desconhecida
- 1994 > Jornada nas Estrelas: Generations
- 1996 > Jornada nas Estrelas: Primeiro Contato
- 1998 > Jornada nas Estrelas: Insurreição
- 2002 > Jornada nas Estrelas: Nêmesis
- 2009 > Star Trek

Então, no melhor estilo Star Trek, saio com “Vida longa e próspera!”

Venenoso




 Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter.  

Share:

8 comentários

  1. Oii, nunca vi essa série, mas parece ser legal. Não sou muito acostumada a ver essas coisas de espaço, mas é sempre bom mudar, né?
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Nerd vc hein? Também sou assim. Na minha opnião, tudo é CULTURA POP! Adorei Star Trek. Muito bem feito!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Nunca me interessei por star wars e essas coisas. :x E olha que gosto de ficção, mas esse nunca me chamou atenção, mesmo.

    :*

    ResponderExcluir
  4. @Mateus - Mais um nerd...somos modernos e gostamos de tudo!!! Isso aí, tudo é Cultura Pop =)

    ResponderExcluir
  5. Adoro esse filme e toda a serie, e adoro outras series que usam ele como referência. Nunca pensei q vc assistira esse tipo de filme

    ResponderExcluir
  6. @Dany - Dona Dany...rs, eu sou eclética... assisto de tudo um pouco...=)

    ResponderExcluir
  7. Andy!!!

    Ainda não assisti! Mas depois dessa indicação ;))))

    ResponderExcluir