POISON BOOKS - Caixa de Desejos (Ana Cristina Melo)

Autor: Cristina Melo
Editora: Usina de Letras
Publicação: 2010
Páginas: 93
Capítulos: 8
Tema: Infantil, Lit. Nacional

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Misto de fábula contemporânea com história de formação, Caixa de desejos narra, de maneira sensível e atenta, a tumultuada e intensa passagem pela adolescência, com todas as suas dúvidas, fantasias e descobertas, incluindo a do primeiro amor.
Marília é uma jovem cheia de conflitos, que um dia recebe, contrariada, a notícia de que uma meia-irmã desconhecida está de mudança para a sua casa. Logo em seguida sua avó preferida morre, mas, antes, ganha dela um presente inusitado: uma caixa para guardar suas lembranças e registrar seus desejos. Tendo a caixa como uma espécie de refúgio, sua vida começa a mudar.



RESENHA:
Depois de tantos livros cheios de mistérios, intrigas e situações em que precisamos quebrar a cabeça como loucos, Caixa de Desejos me remeteu a infância. Onde há as descobertas de coisas bonitas e quando nós acreditamos mais facilmente nas coisas (porque depois que crescemos começamos a desconfiar de tudo e de todos).

Ele conta sobre Marília, uma jovem que está na pré-adolescência, onde há a descoberta do primeiro amor, o momento de brigas entre nós (aborrecentes, rs) e os pais. Como se consolar e se descobrir. Mas essa fase marca a vida da jovem protagonista – a morte de sua avó (com que ela tinha um grande apego) e a chegada da meia-irmã (a qual ela só via muito raramente).

Neste universo é que Ana Cristina Melo descreve sua história, mostrando os altos e baixos da fase, o não tão mar de rosas. Problemas de família e no meio desta família normal para os dias de hoje, Marília tenta ser uma menina normal, mas é difícil quando se é tímido e parecendo não ter muito assunto e a chegada da irmã coloca a relação das duas em uma grande montanha russa, com enormes altos e baixos.

A Caixa de Desejos, título do livro, é o presente “misterioso” que a avó deixa. Um lado lúdico, onde seus sonhos podem se realizar, basta acreditar e batalhar por ele. E que quando tudo parece dar errado ou que estamos indo numa direção estranha, basta acreditar que as coisas irão melhorar.

Confesso que depois de ler tantas coisas complexas e mirabolantes nada como ler algo mais calmo. Poder lembrar desta fase da minha infância foi sem duvida uma lembrança maravilhosa. Nunca fui tímida como a protagonista, mas é uma fase difícil, estamos crescendo e isso significa mudanças. Umas boas e outras nem tanto. Mas nada como se lembrar de coisas felizes. Com certeza faz o dia melhor. Pena que ele é fininho.... =/

Venenoso


Deixe seu veneno... ops...comentário também ;)

Preços:                                                        

Quer saber mais dos venenos do Poison? Assine o Feed ou siga pelo Twitter. 

Share:

10 comentários