POISON BOOK - Diário de Um Banana (Jeff Kinney)

Autor: Jeff Kinney
Editora: V&R
Publicação: 2008
Páginas: 217
Capítulos: não está dividio por capítulos
Tema: Infanto-Juvenil
Série Diário de um Banana – Livro 1

RESENHA DA CONTRA-CAPA:
Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos que são mais altos, mais malvados e já se barbeiam.
Como Greg diz em seu diário: " Só não espere que eu seja todo ´Querido diário´ isso, ´Querido diário´ aquilo." Para nossa sorte, o que Greg Heffley diz que fará e o que ele realmente faz são duas coisas bem diferentes.




RESENHA:
Quando via este livro pelas livrarias e em alguns blogs eu torci o nariz e pensei ‘eca, um livro em quadrinhos? Como um diário? Nananinanão!!!’, mas depois de tanto se falar desta serie e surgir um filme (chocada também), eu pensei é hora de ler para ver se ele é bom ou não é.

Ainda bem que li, porque estava perdendo um literatura muito engraçada. Greg Heffrey é um típico pré-adolescente americano e em seu “diário” ele nos conta das situações constrangedoras em que se mete ou empurram ele para ela (rs). A briga com os irmãos (pois ele é o do meio) e claro toda a estrutura das escolas americanas, aquele lema seja popular ou você nunca será ninguém na sua vida e por aí vai.

E o mais bacana realmente são os quadrinhos, os desenhos do ‘palitinhos’ representando seus pais, amigos, inimigos e as situações engraçadas em que ele se encontra e confesso que eu ri muito mesmo lendo este livro. Pena que ele é curtinho.

Aproveitem que ele anda em promoção devido ao lançamento do livro 3 e a estreia do filme e corram para ler...com certeza vocês vão morrer de rir de Greg e seu drama pré-adolescente, e eu quase posso afirmar que ainda bem que é o problema é dele, porque eu com certeza não gostaria de estar na pele e sentir os dramas...rs

Livros:
1 – Diário de um Banana
2 – Rodrick é o Cara
3 – A Gota D’água (lançamento em maio)
4 – Dog Days (tradução literal – Dia de Cão)
5 – No site oficial diz que haverá um lançamento ainda esse ano, mas sem maiores informações.

Quer ver o trailler do filme e entender mais da resenha? Clique aqui.

E o que você acha/achou deste livro?? Deixe seu veneno, ops... opinião =)

Nota 

Preços:
Saraiva – R$ 22,70
Submarino – R$ 22,70

Segue a tradução da entrevista que tem no site do autor.

Você sempre quis ser autor?
Não, na verdade o que queria ser era cartunista de jornal. Na faculdade eu tinha uma tirinha chamada “Idgoof”, e estava certo que seguiria como cartunista depois. Mas é muito difícil começar no mundo dos cartunistas, eu recebi cartas de rejeição do sindicato dos cartunistas. Então decidi misturar textos e cartoons e publicar na forma de livro. Agora que esta publicado penso em mim mais como cartunista do que autor.

Como você teve a ideia de fazer Diário de um banana?
Eu queria escrever histórias engraçadas das partes de enquanto eu crescia e pouco sobre as partes chatas. Eu fui uma criança normal, mas muita coisa hilária acontecia durante o caminho. Então eu decidi escrever um livro sobre o que é realmente ser criança, ou o que foi ser para mim.

Minha ideia de escrever o livro é fazer as pessoas rirem. Houve certos livros que eu li enquanto era criança que realmente era um teste de paciência. Eu escrevo um certo tipo de livro!

Quanto tempo você trabalhou em seu primeiro livro?
Desde que eu comecei a escrever ate ser publicado, foram 9 anos. Eu gastei 4 anos apenas tendo as ideias e outros 4 escrevendo e desenhando. O livro levou um ano para ser impresso.

No que você esta trabalhando agora?
Nos próximos anos, eu estarei trabalhando no Diario. Meu agente e eu planejamos um total de 5 livros, mas eu gostaria de escrever mais.

Você escreve em tempo integral?
Não. Eu trabalho como web designer e criei a poptropica.com. eu também sou pai em tempo integral, então as coisas estão bem tumultuadas para mim!

O livro vai virar filme ou serie de TV?
Sim, o livro vai ser lançado no cinema pela Twentieth Century Fox.

Você acha que Greg Heffley é um bom exemplo?
Não, não de verdade. Greg é centrado e não dá para segui-lo. Não acredito que ele seja uma pessoa ruim, mas como todos nós ele tem seus problemas. Felizmente, os leitores irão entender que os problemas de Greg é o que faz dele engraçado. Eu penso que histórias com personagens certinhos são um pouco chatas. Eu queria criar alguém de verdade.

Share:

12 comentários