BOOKS || A Ordem Negra (James Rollins)

Autor: James Rollins
Editora: Ediouro
Tema: Romance (estrangeiro)/Thriller

Um atentado numa livraria em Copenhague, na Dinamarca.
A explosão de um templo budista no Himalaia. A morte de uma cientista numa reserva florestal em Zululândia, na África do Sul.
Qual seria a ligação entre esses eventos? Por que personagens tão diferentes estariam envolvidos nessa trama? E que papel desempenharia a Força Sigma – um grupo de elite norte-americano que reúne homens e mulheres treinados para combate e cientistas renomados – nesse enredo? Três historias paralelas e a chave do mistério: uma bíblia que pertenceu a Darwin. Uma narrativa eletrizante e surpreendente até a ultima linha.
Ficção científica, suspense, intriga, romance, diversão... Segundo volume da trilogia Força Sigma, a ordem negra apresenta todos os ingredientes que sempre fascinaram os leitores de todos os tempos e de todas as idades.
Resenha:
Livro anterior - O Mapa dos Ossos
O que se pode falar de uma continuação? Geralmente esperamos que seja arrebatadora, ou seja, bem superior ao primeiro livro, no qual se fale – Cara, esse livro é muito melhor que o anterior!!.

Bom, a continuação da série (sim, não é uma trilogia como eu tinha falado antes, pois até agora são 7 livros, só que no Brasil só foram publicados 3!! - abafa) Força Sigma é boa, mas não que justifique ser uma serie. Dos personagens do livro 1 (O Mapa dos Ossos) apenas o comandante Gray fica ativo neste livro, pois os outros personagens são lembrados mas não aparecem tanto quanto no primeiro livro.

A história foge das perseguições dos tempos bíblicos e dessa vez chega mais perto de nós. Na 2ª Guerra Mundial, os nazistas teriam criado muitos experimentos inusitados e inovadores, mas com a derrota da Alemanha, eles foram destruídos para não caírem nas mãos dos inimigos. Porém o experimento mais “brilhante” seria a reprodução de uma criança perfeita (isso existira?!).

O livro passeia pela Europa, Himalaia e África do Sul e a Força Sigma na figura de Gray estará presente para desvendar os mistérios que os antigos nazistas escondem e que uma “nova” organização quer entender e tentar reproduzir.

Essa historia é interessante, mas confesso que esperava bem mais, eu não sei se é porque quando nos empolgamos com uma serie esperamos ver os mesmos personagens de volta nos próximos volumes ou se dessa vez a historia não era tão empolgante como a anterior. Não tenho nada contra a falar de doenças e guerras, mas tudo pareceu bem mirabolante demais, como se precisasse criar coisas muito cientificas e improváveis de acontecer para dar seguimento a trama.

O inicio parece promissor, a busca em casa de leilões por objetos antigos e tentar descobrir quem está atrás de Gray e porque. É nessa hora que a personagem Fiona aparece, ela é uma menina bem destemida que entrar nessa louca aventura de cabeça após coisas trágicas acontecerem com ela (achou que eu ia contar o que era, não?rs). na minha opinião, teve momentos que eu ate achei que ia rolar algo entre eles, mas ela foi ganhando a cena a medida que a historia se desenrolava e a personagem crescia deixando de ser uma adolescentezinha mimada e chatinha para ser alguém que embarca numa aventura na cara e na coragem...

Em breve volto para o três e espero que seja mais emocionante que o 2, afinal algumas series são assim, te empolgam muito no primeiro, te derrubam no segundo e as vezes conseguem te surpreender no terceiro, mas como até agora a serie conta com 7 livros, fico me perguntando se na verdade é uma serie mesmo ou seria como as historias de Dan Brown – o mesmo personagem em aventuras diferentes – porque ao terminar de ler o volume 2 foi isso que eu senti, que poderia ter sido lançado como nomes independentes (talvez fizesse mais sucesso? Ou trilogias/series são o grande filão do momento?)

Próximo Livros:
Livro 3 - A Nova Traição de Judas

Share:

0 comentários