POISON SERIES || Informações

Em 26 julho 2016


Todos os meses eu falo de algumas séries que estrearam e o que podemos esperar delas. Mas vamos combinar são MUITAS SÉRIES que fazem debut, ou seja, por mais que eu curta acompanhar as séries e mostrar o que esperar em algumas delas, passa a ser impossível fazer isso com todas as que sai e seria injusto só falar de algumas (as que vi).

Neste mês farei diferente, selecionei algumas que acabaram de começar e conto se me motivou ou não a assisti-la e porquê. Vai que você curta? Só porque uma série não faz meu tipo, não quer dizer que todos irão odiar.

Lápis e papel na mão e vamos começar!!

PREACHER – AMC
Preacher acompanha a história de Jesse Custer, um ex-pastor texano em conflito que acaba possuído por uma força espiritual fugitiva do céu chamada Genesis, a qual confere a ele o poder de fazer com que qualquer um o obedeça. Acompanhado de sua ex-namorada Tulipa e o vampiro irlandês Cassidy, Custer vai atrás de Deus a fim de encontrar as respostas que procura.

GREENLEAF – OWN
Criada por Craig Wright (Six Feet Under), a história apresenta a trajetória da vida da família Greenleaf, liderada pelo pastor James (Keith David, de Community) e sua esposa Mae (Lynn Whitfield, de Heartbeat).
Os Greenleaf controlam uma igreja que se tornou um centro comunitário reunindo centenas de membros fiéis, predominantemente afro-americanos, na cidade de Memphis, no Tennessee. Mas por trás dos discursos de fé ocorrem diversos escândalos, os quais revelam a ganância, o adultério e a rivalidade entre irmãos, que atingem não apenas a família, mas também os membros da igreja.A história tem início quando a pastora Grace (Merle Dandrige, de The Night Shift), filha de James e Mae, retorna à cidade após vinte anos ausente, para o funeral de sua irmã Faith.

OUTCAST – Cinemax
A história acompanha a jornada de Kyle Barnes (Patrick Fugit, de Full Circle), um jovem pastor que desde criança vem sendo atormentado por possessões. Tentando encontrar uma resposta para seus problemas, ele inicia uma jornada espiritual, a qual lhe revela que o fim da humanidade pode estar próximo. Kyle é filho de Sarah Barns (Julia Crockett), que sofreu durante anos de problemas mentais, tornando a vida do filho um inferno. Agora ele acredita que os problemas da mãe podem ter sido de origem sobrenatural.

>>>Dispensei de assistir as três séries acima por um único motivo – IGREJA, e os enredos são bem parecidos, resolvi deixar de lado coisas polêmicas e/ou que irão me fazer passar raiva, por isso vamos deixar para lá.

UMBRE – HBO
Série romena de drama e humor negro que acompanha a vida de Relu (Serban Pavlu), que leva vida dupla como taxista e cobrador de dívidas e pau para toda obra da máfia romena.
Depois de matar acidentalmente um homem, ele passa a sofrer uma crise de consciência, que o leva a tomar a decisão de deixar a vida do crime. Mas nem tudo sai conforme o planejado.

>>>Apesar de as vezes querer assistir séries não americanas, a sinopse desta não me convenceu. Não diria que vou simplesmente descarta-la, mas não é prioridade para assistir.

QUEEN OF THE SOUTH – Usa
 Estrelada pela brasileira Alice Braga, a história acompanha a vida da mexicana Tereza Mendoza, uma mulher que precisa fugir do país quando seu namorado Guero, um traficante, é assassinado. Agora morando nos EUA, ela coloca em prática um plano para acabar com o cartel de drogas que a persegue. Neste meio tempo, ela se torna sua nova líder.

>>>Não assisti Narcos (me matem), mas tenho lido boas críticas com relação a série, ela está na lista e como já tem alguns episódios, vale para fazer mini maratona se for o caso...rs

FEED THE BEAST – AMC
A história gira em torno de dois amigos com personalidades opostas. Um deles é Tommy Moran (David Schwimmer, de Friends, American Crime Story), um viúvo especialista em vinhos que tem um filho pequeno para criar. O outro é Dion Patras (o inglês Jim Sturgess, de Close to the Enemy), um Chef que tem problemas com a Máfia e com a lei. Juntos, eles decidem realizar um antigo sonho: abrir um restaurante.
Para tanto, eles estão dispostos a trair, manipular, coagir e apunhalar pelas costas quem quer que cruze seu caminho. Para Tommy, o restaurante significa dar ao filho a vida que ele não teve; para Dion, o empreendimento é a oportunidade perfeita para pagar sua dívida com a máfia.

>>>Ainda não sei o que pensar desta série, achei a sinopse interessante, mas tenho ressalvas. Ainda não assisti, mas ando acompanhando as críticas. De repente mais para frente dou uma chance.

ANIMAL KINGDOM - TNT
Animal Kingdom é um drama familiar que adapta o filme de Liz Watts, de 2010. A história acompanha a vida de Josh (Finn Cole), um rapaz de 17 anos que vai morar com parentes em uma cidade do Sul da Califórnia, depois que sua mãe morre de overdose. Aproveitando o melhor que a vida tem a lhe oferecer, ele descobre que a fortuna da família foi conquistada através de atividades ilegais.

>>>Não curti a sinopse, simples assim.

BRAINDEAD - CBS
Mesclando comédia com terror, suspense, política e ficção científica, a história acompanha a vida de Laurel (Mary Elizabeth Winstead, de The Returned), filha de um democrata que se afastou de Washington para se tornar uma documentarista. Mas, quando seu irmão Luke (Danny Pino, de Cold Case), um Senador, precisa de apoio político, ela retorna à cidade para trabalhar no Congresso.
Lá, ela descobre que alienígenas comeram o cérebro de uma boa parte dos congressistas e funcionários do poder público, o que levou a uma total paralisação do governo.

>>>Essa série tem uma pegada meio doida, gosto de ficção cientifica e acredito que irei dar uma chance em breve para ela.

DEAD OF SUMMER – Freeform
Criada por Adam Horowitz, Edward Kitsis e Ian Goldberg, todos de Once Upon a Time, a série é um drama de terror voltada para o público adolescente. Cada temporada narrará uma história diferente.
A primeira temporada é situada em um acampamento de verão no final da década de 1980, onde ocorrem os primeiros relacionamentos amorosos de um grupo de adolescentes, bem como suas primeiras mortes. Ao longo da temporada, uma antiga lenda do local desperta, transformando as férias de verão desses jovens em uma experiência assustadora.

>>>Não sou uma fã de terror, mas lendo a sinopse me lembrou um pouquinho American Horror Story numa versão mais light. Vou deixar de stand by, vai que alguma dia fique sem nada para ver?

WRECKED - TBS
Wrecked é uma comédia criada por Justin Shipley, Jordan Shipley e Jesse Hara. Descrita como um cruzamento entre Lost e It’s Always Sunny in Philadelphia.
Na história, após um acidente aéreo em uma ilha remota, dois amigos e um grupo de sobreviventes precisam se adaptar ao ambiente, que oferece diferentes tipos de ameaças. Esta experiência se torna uma oportunidade para que Danny (Brian Sacca) e Owen (Zach Cregger, de About a Boy) se tornem as pessoas que eles sempre desejaram ser. Desprovidos de qualquer tipo de conexão com o resto do mundo, eles se tornam os líderes de uma sociedade sem redes.

>>>Vamos esquecer Lost e partir para uma coisa nova... 

STLL THE KING – CMT
Criada e estrelada por Billy Ray Cyrus, a sitcom acompanha a vida de Vernon Brown, um ex-cantor country que, após vinte anos no ostracismo, reaparece em Laughlin, Nevada, como o segundo melhor imitador de Elvis Presley.
Mas sua vida sofre uma nova reviravolta quando ele é preso por embriaguez e arruaça, sendo sentenciado a prestar serviços comunitários em uma igreja. Sem perspectivas, ele acaba assumindo a identidade do novo pastor da congregação, onde descobre ser pai de Charlotte (Madison Iseman) uma menina de quinze anos de idade.
Charlotte é filha de Debbi Lynn Cook (Joey Lauren Adams, de United States of Tara, Switched at Birth), com quem Vernon passou uma noite. Atualmente, Debbi vive com o namorado desempregado Ronnie (John Sewell). No elenco também estão Travis Nicholson, Isiah Whitlock Jr. (Rubicon, Lucky 7), Sunny Mabrey (The Client List), Jeremy Childs (Nashville), John Newberg,Chelsea Talmadge e Big Mike Griffin.

>>>Tenho muito problemas com essas sitcoms, algumas morro de amores, mas a grande maioria acho bem chata e acabo desistindo, como vai misturar com tema Igreja, vou passar.

CLEVERMAN –
Criada por Kylie Du Fresne, com base em uma ideia de Ryan Griffen, a história é inspirada na lenda aborígene de Gamilaraay e Bundjalung, povos que vivem no nordeste da Austrália.
A trama é situada no futuro próximo, no qual os humanos convivem com os ‘cabeludos’, criaturas dotadas de super força, velocidade, saúde e consciência metafísica e capazes de viver por mais de duzentos anos. Quando uma série de assassinatos violentos começa a aterrorizar a população, a culpa recai sobre os cabeludos. Neste meio tempo, Koen (Hunter Page-Lochard) e Waruu West (Rob Collins), dois irmãos que há muito não se viam, se unem para tentar acabar com os ataques. Um deles é um Cleverman, ser que tem o poder de unir as duas raças (humana e criaturas).

>>>Tenho que voltar a assistir mais sci-fi, na minha atual grade, eu ando fugindo desse tipo de série (ou não me agradou ou simplesmente deixei de assistir).

HUNTERS – Syfy
Na história, uma mulher desaparece na noite sem deixar rastros. Todos acreditam que ela tenha ido embora por vontade própria. Seu marido, Flynn Carroll (o australiano Nathan Philips, de The Bridge US), um agente do FBI, é o único que não acredita nesta versão. Determinado a encontrá-la, ele inicia uma investigação. Fazendo um levantamento de casos parecidos, ele chega à conclusão de que alguém está sequestrando estas pessoas e fazendo parecer que elas foram embora. Suas investigações chamam a atenção da ETU – Exo Terrorism Unit, um grupo secreto do governo especializado em capturar assassinos e terroristas que podem ser representantes de uma raça alienígena. Assim, ele se une à Regan (Britne Oldford, de American Horror Story: Asylum, The Flash), uma das agentes. No elenco também está Julian McMahon (Nip/Tuck) como McCarthy, um desequilibrado e viciado em drogas, líder de uma das células terroristas.

THE NIGHT OF – Minisérie (HBO)
A história acompanha o caso de Nasir (Rizwan Ahmed), um jovem americano de origem paquistanesa acusado de matar uma mulher. Jack Stone (Turturro), um desleixado advogado de ‘porta de cadeia’, se apresenta como seu defensor. Ao longo da minissérie, o público acompanha as investigações realizadas pela polícia, bem como o desenvolvimento do processo, que fará uma análise dos sistemas jurídico e penitenciário.

AMERICAN GOTHIC – CBS
A história acompanha a vida de uma família da alta sociedade que ainda sofre com a morte de seu patriarca. Mas o choque maior ainda está por vir. Logo descobrem que o falecido pode ter sido um assassino em série. Enquanto tentam lidar com a informação, surge a suspeita de que alguém da família pode ter sido seu cúmplice.


Bom, são 15 novas opções para vocês.
Todas as séries aqui apresentadas já estrearam, algumas a temporada já está chegando ao fim e outras estão no início (episódio 3 ou 4), portanto, ainda dá para correr atrás do prejuízo.

Não entrei no mérito das séries da Netflix, porque é um mundo aquilo e lá vocês conseguem praticamente ver a temporada toda de uma vez só, mas em breve falarei de algumas que me chamaram atenção.

Me contem quais vocês ficaram impressionados para assistir e quais vão deixar para lá. Caso esteja vendo algumas delas, me contem também. Sei que é diferente ler a sinopse e ter um ‘feeling’ a respeito da série e realmente assistir e opinar pelo menos no primeiro episódio.

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<

POISON BOOKS || Meio Rei (Joe Abercrombie)

Em 23 julho 2016

Autor: Joe Abercrombie
Tradutor: Alves Calado
Editora: Arqueiro
Série: Sim, livro 1 (série Mar Despedaçado)
Temas: Jovem-Adulto, Reinos, Aventura, Vikings
SINOPSE: Jurei vingar a morte do meu pai. Posso até ser meio homem, mas sou capaz de fazer um juramento por inteiro.
Filho caçula do rei Uthrik, Yarvi nasceu com a mão deformada e sempre foi considerado fraco pela família. Num mundo em que as leis são ditadas por pessoas de braço forte e coração frio, ser incapaz de brandir uma espada ou portar um escudo é o pior defeito de um homem.
Mas o que falta a Yarvi em força física lhe sobra em inteligência. Por isso ele estuda para ser ministro e, pelo resto da vida, curar e aconselhar. Ou pelo menos era o que ele pensava.
Certa noite, o jovem recebe a notícia de que o pai e o irmão mais velho foram assassinados e não lhe resta escolha a não ser assumir o trono. De uma hora para outra, ele precisa endurecer para vingar as duas mortes. E logo sua jornada o lança numa saga de crueldade e amargura, traição e cinismo, em que as decisões de Yarvi determinarão o destino do reino e de todo o povo.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Soprava um vento forte na noite em que Yarvi descobriu que era rei.”

RESENHA<<<
Tive um relacionamento de amor e ódio com o livro em questão, até quase a página 100, a história simplesmente não andava, era chata, arrastada e não conseguia enxergar a tal aventura/fantasia que havia lido na sinopse, parecia a quilômetros de distância.

A partir da página, a história melhora, mas não da água para o vinho e sim pelo fato de ela parece entrar em algum tipo de eixo. Ela não fica maravilhosa, mas algo nela muda e me faz prestar mais atenção em seus detalhes.

A primeira parte da história é muito descritiva, detalhes, páginas e informações em excesso para o leitor que mal chegou ao mundo que Abercrombie nos apresenta, e o pior, sua forma de nos apresentar não nos agarra logo, ele nos deixa com um pé atrás. Não sei se todas as suas histórias são apresentadas dessa maneira, mas caso você esteja sofrendo desse mal, achando tudo meio chato e parado, direi – insita!

Depois a história ganha um bom ritmo de leitura, as descrições diminuem, a aventura começa e a narrativa começa a fluir de forma mais intensa e interessante. A reviravolta em alguns acontecimentos com certeza influenciou nessa virada. A única coisa que digo é: parece um outro livro. Você começa a sentir parte daquilo.

O final foi o ponto que mais me motivou para querer espiar o próximo livro da série, já que não morri de amores no início e apenas curti o desenrolar da história, mas pelo final não ter sido algo exatamente óbvio e abriu possibilidades para novas intrigas e situações, resolvi apostar.

Para quem curte a ideia de guerreiros vikings, lutas de espadas, mar agitado e não saber nunca aonde iremos chegar, é uma boa pedida. Esteja preparado para esses primeiros percalços, mas depois de alguns atritos a história vai andar e talvez você possa se surpreender mais do que eu.

A nota do mesmo está classificada entre Suave e Tóxico, mas como não temos notas quebradas no Poison, classifiquei como Tóxico.

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<

POISON PROMO || O Oráculo Oculto

Em 21 julho 2016


Como você pune um deus imortal? Transformando-o em humano, claro! Depois de despertar a fúria de Zeus por causa da guerra com Gaia, Apolo é expulso do Olimpo e vai parar na Terra, mais precisamente em uma caçamba de lixo em um beco sujo de Nova York. Fraco e desorientado, ele agora é Lester Papadopoulos, um adolescente mortal com cabelo encaracolado, espinhas e sem abdome tanquinho. Sem seus poderes, a divindade de quatro mil anos terá que descobrir como sobreviver no mundo moderno e o que fazer para cair novamente nas graças de Zeus. 
O problema é que isso não vai ser tão fácil. Apolo tem inimigos para todos os gostos: deuses, monstros e até mortais. Com a ajuda de Meg McCaffrey, uma semideusa sem-teto e maltrapilha, e Percy Jackson, ele chega ao Acampamento Meio-Sangue em busca de ajuda, mas acaba se deparando com ainda mais problemas. Vários semideuses estão desaparecidos e o Oráculo de Delfos, a fonte de profecias, está na mais completa escuridão. 
Agora, o ex-deus terá que solucionar esses mistérios, recuperar o oráculo e, mais importante, voltar a ser o imortal belo e gracioso que todos amam.


Em parceria com a editora INTRÍNSECA, o blog vai sortear O ORÁCULO OCULTO – Rick Riordan

Leia a resenha dos livros no blog MON PETIT POISON:

OUTRAS INFORMAÇÕES:
- Leia a página de “Políticas de Regras e Promoções” que o blog adota;

- Não se esqueça de cumprir todas as etapas e colocar os links, pois serão verificados!!!

- Perfis criados exclusivamente para promoções ou que a maioria das postagens sejam de promoções, serão desclassificados (vale tanto para twitter quanto facebook);

- Desbloqueie seu perfil no facebook ou twitter de forma que eu consiga ver se você curte o blog ou segue as contas via twitter, caso eu não consiga conferir os dados, você será desclassificado;

- Para as entradas relacionadas ao Facebook, não basta apenas visitar a página. As páginas deverão ser curtidas para validar a participação.

- A promoção vai de hoje (21/julho/2016) a (26/agosto/2016). E o resultado será dado nas redes sociais do blog (Twitter / Facebook / Instagram);

- Lembrando que o Mon Petit Poison não envia e-mails para os vencedores, por isso, quando o resultado sair nas redes sociais, o vencedor deverá entrar em contato pelo formulário em até 3 dias, senão teremos um novo sorteio;

- Prazo de 45 dias para envio do prêmio. O prêmio será enviado pela editora Intrínseca.

- O prêmio será sorteado até 3 vezes, após a terceira vez, se o vencedor não se manifestar dentro do prazo, a promoção será dada como encerrada e o prêmio poderá ser aproveitado para uma nova promoção no blog.

- Qualquer dúvida mande email para o blog – monpetitpoison@gmail.com ou entre em contato pelo twitter @MPPoison

Boa sorte!!!
>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<
 

POISON BOOKS || Fração de Segundo (Kasie West)

Em 19 julho 2016

Autor: Kasie West
Tradutor: Flávia Souto Maior
Editora: Seguinte
Série: Sim, livro 2 (série Encruzilhada)
Temas: Jovem-Adulto, Comportamento, Ficção,
SINOPSE: Por causa de sua habilidade paranormal, Addie é capaz de Investigar seu futuro sempre que se depara com uma escolha, mas isso não torna sua realidade mais fácil. Depois de ser usada pelo namorado e traída por Laila, sua melhor amiga, ela não hesita em passar as férias com o pai no mundo Normal. Lá ela conhece Trevor, um garoto incrivelmente familiar. Se até pouco tempo ele era um estranho, por que o coração de Addie acelera toda vez que o vê?
Enquanto isso, Laila guarda um grande segredo: ela pode Restaurar as memórias de Addie - só falta aprender como. Muita gente poderosa não quer que isso aconteça, e a única pessoa que pode ajudar Laila é Connor, um bad boy que não parece muito disposto a colaborar. Como ela vai ajudar a amiga a alcançar o futuro feliz que merece.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Meu carro estava do outro lado do estacionamento, e não consegui chegar até ele rápido o suficiente.”

RESENHA<<<
Temos continuação de série aqui no blog. Para conhecer os venenos do livro anterior, clique:

Addie é a nossa protagonista e agora volta com tudo no segundo livro, como ela tem o poder de vasculhar as escolhas, ou seja, se ela está no meio de uma ‘encruzilhada’, ela pode ir até o futuro das duas situações e ver qual será o melhor caminho, ou o menos pior. Quem não gostaria deste poder? Rs.

No primeiro livro a narrativa duplicada era por conta dos futuros que Addie visitava, mas no segundo livro, mudamos o narrador, a melhor amiga dela – Laila, divide com ela a narração, já que Laila ficou no complexo e está tentando resolver algumas coisas por lá e Addie vem para o nosso mundo, e não se lembra de algumas coisas... consequência de suas escolhas no livro anterior.

A narrativa continua ágil é flui bem, sou uma fã da narrativa com múltiplos personagens e aqui foi bom saber o que acontece nos dois lugares, afinal a autora traz a melhor amiga como personagem importante, o que não tinha acontecido antes e novos personagens entram em cena. É como ter dois núcleos de protagonistas.

Laila e Connor talvez sejam tão ou mais interessantes que Addie, pois eles têm uma pegada meio bad boys e um não dá trégua para o outro, enquanto tentam descobrir o que de fato pode estar acontecendo no complexo.

É um livro com personagens legais, intenso, daqueles que você não fica perdido/esquece o que aconteceu no anterior e a leitura flui muito bem, o que sempre é importante quando se está em uma continuação. Para quem já havia lido o anterior, com certeza vocês continuarão a curtir, quem ainda não teve a oportunidade, aproveite. Pois, por enquanto a série está bacana e vale a leitura.

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<

POISON BOOKS || A Geografia de Nós Dois (Jennifer E. Smith)

Em 16 julho 2016

Autor: Jennifer E. Smith
Tradutor: Glenda D’Oliveira
Editora: Galera Record
Série: Não
Temas: Jovem-Adulto, Comportamento, Relacionamento, Viagens
SINOPSE: Lucy mora no vigésimo quarto andar. Owen, no subsolo... E é a meio caminho que ambos se encontram - presos em um elevador, entre dois pisos de um prédio de luxo em Nova York. A cidade está às escuras graças a um blecaute. E entre sorvetes derretidos, caos no trânsito, estrelas e confissões, eles descobrem muitas coisas em comum. Mas logo a geografia os separa. E somos convidados a refletir... Onde mora o amor? E pode esse sentimento resistir à distância? Em A Geografia de Nós Dois, Jennifer E. Smith cria tramas cheias de experiências, filosofia e verdade.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“No primeiro dia de setembro, o mundo ficou escuro.”

RESENHA<<<
Desde que li o primeiro livro da autora lançado aqui no Brasil – A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista, sempre que sai um novo livro dela, fico imaginando que terei a mesma sensação fofa e maravilhosa que tive ao ler o livro já mencionado, mas as expectativas não andam se concretizando.

‘A Geografia de Nós Dois’ poderia ser mais bonitinho ou até mesmo daqueles que a gente faz *oinn*, mas ele não conseguiu arrancar nem uma coisa nem outra durante a minha leitura, o jeito fofo, amável e que nos faz acreditar no amor que encontrei em seu primeiro livro não tem se repetido nos outros e neste não foi diferente.

A narrativa é dura, inflexível, parecendo mais descrições de fatos – como uma receita de bolo seguida ao pé da letra, que algo para nos agradar e nos fazer desejar um belo romance. Essa estrutura rígida, deixou a narrativa sem graça e desprovida de emoção.

Apesar de o livro ser narrado ora pelo rapaz e ora pela moça, o que eu curto bastante, pois assim conseguimos saber mais de cada um dos personagens em questão; como eles se sentem, quem eles realmente são e como se sentem um em relação ao outro. A ideia que foi passada durante a leitura acabou sendo de uma carta onde se trocam poucas informações pessoais e quase achamos que eles são colegas de escritório, faltou a emoção.

São poucas páginas e um ritmo de leitura que não ajudou, nem mesmo a descrição dos personagens ou seus problemas, são muitas ideias clichês e já lemos em tantos livros diferentes e alguns simplesmente ficamos apaixonados, mas não foi o caso deste. Esperava muito mais.

Apesar de tantas coisas me falta na história – emoção, boa descrição de personagens e suas evoluções e drama, retiro como ponto positivo o pequeno relacionamento entre os personagens e seus pais. Não é maravilhoso nem nada assim, é real, é o que acontece muitas vezes, mas o toque foi o fato mais importante é a seguinte frase ‘você nunca vai saber o que te espera se não perguntar’. Algumas coisas mudam bastante após os personagens terem esse pensamento e acredito que podemos trazer para qualquer canto da nossa vida.

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<